bolivarianismo · brasil · esquerda · populismo

Medo dos descamisados

Dizem os jornalistas que o laureado (pela mídia chapa branca) “novo pai dos pobres” só visita seus filhos com o capitão Nascimento. Quanta maldade destes jornalistas! Só pode ser uma conspiração neoliberal (com a Opus Dei, FHC e Bush, claro) para distorcer a mente das crianças. Afinal, os mesmos jornalistas dizem que os favelados estão sendo deslocados para a periferia (aposto que os aliados do sr. da Silva acusarão César Maia de “nazismo” com exceção, talvez, da Ministra do Meio Ambiente…mas não aposte nisto!).

Juntando as duas notícias, fica a ironia: o aparato policial, provavelmente, é um grande desperdício de dinheiro público, se for verdade que há o deslocamento (com as tradicionais qualificações que não cabem em um blog, claro) ou então o pai dos pobres não é tão paternal assim.

Engraçado. É bom ler clippings matinais, sabe? No mínimo há sempre algo divertido para se ler.

economia da doação

Caridade é caridade: você não aceita dinheiro de políticos? Por que não da dona?

Uma prostituta chilena doará o dinheiro arrecadado com 27 horas de trabalho para uma campanha de caridade em favor de crianças pobres e deficientes.

Esta semana, María Carolina compareceu em vários canais de TV chilenos para divulgar a iniciativa, prometendo doar “27 horas de amor” ao preço de 300 dólares por cada hora e meia de serviço.

Tecnologia

Mudança tecnológica

Eis aí mais uma novidade bacana. Trecho:

ExxonMobil Chemical and ExxonMobil’s Japanese affiliate, Tonen Chemical, have developed new film technologies for lithium-ion batteries with the potential to improve the energy efficiency and affordability of next generation hybrid and electric vehicles.

These new film technologies are expected to significantly enhance the power, safety and reliability of lithium-ion batteries, thereby helping speed the adoption of these smaller and lighter batteries into the next wave of lower-emission vehicles.

Imagine o impacto disto nos mercados de bens complementares e substitutos do automóvel tradicional, que se move à gasolina, álcool ou, sei lá, diesel. Mais ainda, pense nos efeitos de curto e longo prazo. Não são muito diferentes do que você aprende no primeiro curso de Economia, certo?

economia · esquerda anaeróbica · falhas de governo · IPEA · rent-seeking

IPEA…

Outro dia me contaram de uns blogueiros que disseram que o que ocorreu no IPEA foi correto do ponto de vista jurídico (sempre há uma lei, certo? Lembremo-nos de Hitler…). Uma das críticas era: se gente como Giambiagi quer livre pensamento, que vá para a faculdade. O IPEA é órgão do governo.

Ok.

Então alguém me explique como seria uma faculdade regida pelo pensamento único.

É fato. A esquerda anaeróbica, aquela que vê Opus Dei até em discurso de dono de boteco é ótima para se dizer imparcial, mas é péssima na hora de sê-lo.