capitalismo cartorial · falácias econômicas · rent-seeking

Manchetes alternativas: Itamaraty quer ver o déficit na balança comercial crescer

Eis a nova moda de engenharia social: controlar os microfundamentos do comércio internacional.

O secretário geral do Ministério das Relações Exteriores, Samuel Pinheiro Guimarães, afirmou em seminário sobre Integração na América do Sul que as exportações e investimentos de empresas brasileiras geram “muitos ressentimentos” em países da região. “Empresas brasileiras vêm comprando empresas nesses países e a recíproca não ocorre, exceto no caso do Chile e da Colômbia”, disse ele no evento na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Quero ver aqueles “empresários” que choram a cada resultado da balança comercial e seus representantes baterem neste burocrata como bateram em Gustavo Franco por anos. Não vejo a hora de ver a coerência dos amantes do capitalismo cartorial…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s