brasil · Capital Humano · economia · mercado de trabalho

Professor, fui mal na prova porque mamãe trabalha fora de casa

Será mesmo?  Vejamos:

Trabalho materno e desempenho educacional das crianças: uma análise da probabilidade de aprovação escolar
Juliana Maria de Aquino

Elaine Toldo Pazello

Resumo
O objetivo desse estudo foi analisar o impacto do trabalho materno (implicitamente, da presença da
mãe em casa) sobre a probabilidade de aprovação das crianças brasileiras com idade entre 10 e 14
anos. Para tanto, foram utilizadas duas sub-amostras da Pesquisa Mensal de Emprego (PME),
referentes aos períodos 1986-1995 e 2002-2006. O artigo contribui com a literatura, primeiro,
porque analisa um atributo da família pouco explorado nos estudos brasileiros sobre o tema e
também por utilizar os dados da PME, os quais proporcionaram um trabalho diferenciado porque
permitiu que se trabalhasse com um painel de indivíduos. Os resultados obtidos mostram que, em
ambas as amostras, o trabalho materno teve efeitos restritivos sobre o desempenho educacional das
crianças. Todavia, a magnitude dos efeitos foi bem mais expressiva para o período 2002-2006, o
que pode ser reflexo de mudanças quanto ao perfil ocupacional da mulher ou até mesmo de uma
piora no sistema educacional em termos de qualidade de ensino.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s