bolivarianismo · brasil · falha de governo · liberalismo · libertarianismo

Super-burocratas e a Pretensão Doutrinadora dos Nossos Pseudo-Educadores

Tem gente que parece realmente acreditar na supremacia do curso de Direito sobre as leis da Física ou sobre a humanidade. Só gente assim é capaz de prestar um concurso (ou concorrer a um cargo público) e, ao final, elaborar uma “lei” como esta.

Gente assim delira. Acha que pode controlar o mercado e torná-lo eficiente apenas com o seu “bom senso” (neste caso, bem pouco razoável, mesmo para os padrões humanos), que, pensa, é o bom senso que deveria prevalecer na sociedade.

Como é que podemos confiar na regulação política da vida? Aliás, quem não gosta dos mercados vive dizendo que o bom é o “controle social” ou o “controle político”, “democrático” de todos os aspectos da sua vida, leitor. É gente assim que faz doutrinação nas escolas e tenta ensinar que passeatas contra o governo só são legítimas quando o governo não é de gente que torce pelo mesmo time que o dele (onde está o pluralismo?).

Enquanto você, (e)leitor que também é pai, ignora as reuniões do colégio ou não acompanha o aprendizado do seu filho ou de sua filha, estes caras ensinam que a sociedade só não é melhor porque existem caras no mundo que não sabem escrever (os burgueses). Esta é a conclusão inevitável que tiro do link acima. Afinal, só um sujeito com preocupações sociais, na visão destes caras, é capaz de salvar o mundo.

Tenho amigos protestantes que alfabetizam seus filhos para que leiam a Bíblia e tenham uma vida pacífica. Outros, pelo que vejo, querem alfabetizar as pessoas para que repitam jargões “sociais”, “democráticos” ou “políticos” de forma a, cada vez mais, tirar a liberdade individual das pessoas. Os fanáticos religiosos estão no último grupo. Os sensatos – protestantes ou não – compartilham da visão que eu chamaria de benigna da alfabetização.

Ah sim, como bom liberal (na tradição clássica), eu gostei de muita gente neste poster. Mas, ei, eu não quero te doutrinar. Eu gostaria mesmo é que todos deixassem a preguiça inercial de lado e lessem mais sobre as idéias que, digamos, Hayek tinha sobre o funcionamento da sociedade. É doutrinação? Na verdade, não. O fato de você estranhar o nome ou pensar que estou radicalizando sem nunca ter lido nada de Hayek mostra que você, de alguma forma, incorporou um preconceito de que Hayek é um “malvado aristocrata neoliberal e burguês”, mesmo sem nunca ter tido contato com nada do que ele escreveu.

Como isto é possível se não através da doutrinação? Pense nisto.

2 comentários em “Super-burocratas e a Pretensão Doutrinadora dos Nossos Pseudo-Educadores

  1. Em resumo: essa lei aprova que motoboys facam o que quiserem no transito…. afinal, eles tem um prazo legal (estipulado por lei) para realizarem a entrega…..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s