Humor · microeconomia

Decisões sobre o (próprio) futuro profissional

Ouvi esta no elevador:

– Sabe, véio, acho que vou mudar de curso.

– Pô, legal. Para qual curso?

– Para RI (nota deste escrevinhador: Relações Internacionais)

– Por que, véio?

– Eu vi as ementa, véio, tem só matéria doida.

Abre-se a porta do elevador e o rapazote que acaba de descobrir sua vocação profissional, até então adormecida, desce. Terá sido uma sábia decisão?

3 comentários em “Decisões sobre o (próprio) futuro profissional

  1. Ementas enganam…

    Tem professor que arrasa com matérias cuja ementa é fantástica e tem professor que ‘ressuscita’ matérias ruins, o típico “a matéria x é legal, mas só se for o professor Fulano a dar a matéria”.

    Assim, acho que o colega vai se dar mal… Não que eu deseje isso, claro. ^^

  2. Shikida, tem certeza que tu estás em BH mesmo? Usar “véio” para chamar o amigo é bem expressão daquela gurizada do Bom Fim, em Porto Alegre… De fato, se o diálogo todo tivesse se passado em um elevador da UFRGS, eu não ficaria nem um pouco surpreso, inclusive pelo sotaque descrito…
    Abraço!

  3. Angelo,

    deixa de ser bairrista (muitos risos, indeed). A gíria “véio” é linguagem corrente da meninada de Belo Horizonte. Disseminou (ou, como diria o eficientíssimo ex-governador do RS, “espraiou”).

    Sacou….véio? 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s