Uncategorized

Onde estão minhas balas de borracha?

Oi, ReinaldoFaço parte do corpo de pós-graduandos do Instituto de Física da USP (IFUSP). Doutorei-me recentemente pelo Departamento de Física Matemática, chefiado pelo Prof. Elcio Abdalla.Conheço bem o Prof. Abdalla. Tive a honra de ser seu aluno e tenho orgulho de dizer que compartilho hoje de sua amizade. É um dos maiores físicos brasileiros da atualidade, recentemente eleito para a Academia Brasileira de Ciências. É um cientista de projeção internacional e de uma longa história pessoal de zelo pela qualidade de ensino e de pesquisa do IFUSP.Fico triste ao ver que pessoas desonestas tentam vilipendiar sua imagem, transformando-o de vítima de um fascismo adolescente em algoz de uma suspeitíssima manifestação dita democrática.Escrevo neste exato momento do IFUSP. A Ala Central está repleta de carteiras espalhadas pelos corredores para evitar a entrada de estudantes e docentes nas salas de aula — que foram, consequentemente, esvaziadas. O Prof. Abdalla teve de dar aulas hoje cedo sofrendo a pressão de batuqueiros, apitadores e agitadores que davam murros na porta da sala de aula, enquanto o mesmo lecionava para seus estudantes. Os agitadores rosnavam, com olhares maliciosos: “Vamos batucar aqui, que agora é aula do Abdalla!”.Para finalizar, um detalhe pequeno, embora importante: no vídeo, o Prof. Abdalla está tentando SAIR do prédio (Ala Central), e, mesmo assim os, delinqüentes utilizam a agressão física para inibi-lo.

Ah se fosse o povo da Via Campesina…(ou se fosse na Venezuela, em Cuba ou na Coréia do Norte…).

Claudio

Continue lendo “Onde estão minhas balas de borracha?”

Uncategorized

Para você que estuda economia

Vereadores derrubam veto do Executivo ao projeto que obriga BHTrans a indenizar proprietário de carro roubado em estacionamento rotativo
A Câmara Municipal de Belo Horizonte derrubou (rejeitou) hoje o veto do prefeito Fernando Pimentel (PT) ao projeto de lei 325/05, do vereador Alberto Rodrigues (PV), que obriga o Executivo (BHTrans) a indenizar proprietário de veículo roubado em estacionamento rotativo, o chamado ‘faixa-azul’.

Foram 21 votos a favor do projeto, oito contra e uma abstenção, em votação secreta. O projeto será encaminhado ao Executivo, nos próximos cinco dias. O veto ao projeto que obriga o acondicionamento do lixo orgânico e do lixo reciclável em embalagem separada, de autoria do vereador Anselmo José Domingos (PTC), corregedor da Casa, ainda obstrui a pauta.

Pergunta: por que o governo não teria a mesma obrigação do setor privado de ter um seguro contra roubos nas áreas que ele mesmo, o governo, define (monopolistamente) como de “estacionamento público”? Afinal, cobra-se exatamente pelo que quando se obriga o sujeito a comprar um talão de rotativo?

Claudio

Continue lendo “Para você que estuda economia”