Uncategorized

Os acionistas da Petrobrás devem estar alegres com a administração!

Barbada indígena: 200 viram 112. Nunca antes na história deste país eu vi isto. Que coronelismo, que nada! Que patrimonialismo? O negócio agora é a chanchada. Só que sem Grande Otello ou Oscarito.

Perdemos o humor.

Claudio
p.s. na minha contagem, Bolívia 6 x 0 Brasil .

Continue lendo “Os acionistas da Petrobrás devem estar alegres com a administração!”

Anúncios
Uncategorized

Ultimatos não-críveis (e, no caso, incríveis também)

O governo brasileiro estabeleceu um prazo: até o meio-dia de hoje, o governo boliviano tinha que dar uma resposta sobre a expropriação da Petrobrás.

São 14:13 agora e nada de notícias.

Alguém aí leve um livro de Teoria do Jogos para o pessoal do governo!

Claudio

Continue lendo “Ultimatos não-críveis (e, no caso, incríveis também)”

Uncategorized

Agora entendo melhor o dilema cristão

parecepiada.jpg

Parece piada, mas o computador calcula há mais de 10 minutos. Fica aí minha homenagem ao papa. 🙂

Eu e o Homo Econometricum especulamos sobre o porquê desta demora. Concluímos que o computador é cristão e não sabe se pega mal dar um equilíbrio de Nash e não o outro. Ou algo assim.

Divertido isto.

Claudio
p.s. Se você já visitou os links desta página, sabe exatamente que programa gratuito usei para fazer isto.
p.s.2. Caso o Gambit resolva, eu coloco a solução para o leitor. Por enquanto, vamos deixá-lo com seu dilema moral 🙂

Continue lendo “Agora entendo melhor o dilema cristão”

Uncategorized

Incentivos

Diz o “IBGE” do Vaticano:

“11 mil ficaram viúvos ou insatisfeitos com a vida conjugal, se arrependeram da escolha e requisitaram o retorno”, disse Giampaolo Salvini, diretor da Civilitá Cattolica, revista oficial dos jesuítas que publicou os dados do levantamento.

Em entrevista à BBC Brasil, Salvini disse que, ao divulgar os dados, “o interesse do Vaticano é mostrar que há sacerdotes retornando”, em meio à crescente polêmica sobre o celibato.

Obviamente, este número incomoda interesses.

A estimativa oficial é muito inferior à de associações que defendem o fim do celibato clerical, como a Sacerdotes Casados Já.

Segundo a entidade, 150 mil padres em todo o mundo são “casados” (total inclui os que, mesmo no sacerdócio, têm uma companheira e os que deixaram a batina para se casar, mas não abandonaram a fé católica).

A notícia está aqui. O interessante é se perguntar porque alguns padres voltam. Parece-me um cálculo simples de custo-benefício em valor presente. O sujeito decide, hoje, se sai do celibato e se junta com um(a) companheiro(a) dado que sabe que a Igreja tem alta probabilidade de aceitá-lo de volta no futuro.

Claudio
p.s. isto daria um bom joguinho (Teoria dos Jogos, cara, Teoria dos Jogos…)

Continue lendo “Incentivos”

Uncategorized

Bolívia 3 x 0 Brasil

Mais notícias.

Olha só este trecho:

Evo disse que o mais importante não são os números, “e sim as decisões políticas” dos governos da Bolívia e do Brasil. “A decisão política do povo boliviano é recuperar as duas refinarias, e a do presidente Lula é recuperar a despesa da Petrobras”, explicou. Evo também confirmou que o Brasil pediu um “preço justo” que é o “que está em debate”.

Decisões “políticas” (leia-se “sociais”) são mais importantes do que as “econômicas”. Pelo menos no discurso do indiozinho. Na prática, contudo, esta (pseudo-)teoria sociológica, é bem diferente.

Claudio

Continue lendo “Bolívia 3 x 0 Brasil”

Uncategorized

The Japan Warm Water Bidet Council

O mundo tem sindicato para tudo. Veja só este.

Japanese toilet makers issued a warning to electric bidet users Wednesday, saying at least 105 units have caught fire or sent up smoke in Japan since 1984.

The government ordered an extensive investigation after Toto Ltd., Japan’s biggest toilet manufacturer, offered to repair 180,000 bidet toilets last month, saying several had emitted flames in 2006-2007 due to faulty wiring.

The Japan Warm Water Bidet Council, which represents nine bidet manufacturers, reported at least 105 incidents in which bidet toilets emitted flames or smoke since 1984, the Trade Ministry said in a statement Wednesday.

Vai ver é um setor estratégico.

Claudio

Continue lendo “The Japan Warm Water Bidet Council”

Uncategorized

Harry Potter e nós

Human Capital and Economic Growth in the Potterian Economy *
Avichai Snir and Daniel Levy

In this paper, we analyze the economic structure of the world of wizards as depicted in the Harry Potter books, which we term Potterian economy, and offer an economist’s perspective on it. We look at the economic structure of the life of Harry Potter and his co-actors as an economic model that governs the social organization of their economic activities. Our goal is to study and understand the internal consistency of the Potterian economic model and explore the relationships between its assumptions and the situation in the real world, as reflected in the Potterian model. To accomplish this, we focus on a textbook version of Solow’s economic growth model, which economists often use for studying the process of nations’ income determination and which serves as a standard benchmark for comparative economic growth studies. The analysis of the Potterian economy reveals that the Potterian model fits quite well the predictions of the economic growth model. We discuss potential implications of this finding, and explore the link between Potterian economic structure and performance in a broader context by discussing the link between economic institutions and economic outcomes.

Isto é que é tentar conquistar novas gerações! O link está aqui.

Claudio

Continue lendo “Harry Potter e nós”

Uncategorized

Dados surpreendem especialista

O poderio financeiro do Comando Vermelho (CV), evidenciado na terça-feira com a apreensão de folhas da contabilidade da quadrilha que revelaram um faturamento anual de mais de R$ 36 milhões, gera ainda mais preocupação se comparado com o orçamento destinado à área de segurança pelo Estado. De acordo com levantamento realizado pelo Jornal do Brasil no orçamento estadual, o valor movimentado anualmente pelo CV é o dobro da verba prevista este ano para a modernização administrativa e operacional da Polícia Militar, rubrica usada para a compra de armas, por exemplo. É, também, mais que o triplo que a Secretaria Nacional de Segurança Pública gastará em armamento letal para os Jogos Pan-Americanos – o investimento será de R$ 11,8 milhões.

Defensor da tese de que a quadrilha estava em apuros financeiros, por conta de dívidas acumuladas com fornecedores, Ronaldo Leão, especialista em segurança pública e professor do Núcleo de Estudos Estratégicos da Universidade Federal Fluminense (UFF), surpreendeu-se com a contabilidade do Comando Vermelho encontrada por policiais na Vila Cruzeiro, na Penha.

Surpresa! A notícia toda está aqui.

Claudio
p.s. se houvesse ao menos um Levitt no Rio de Janeiro, esta contabilidade faria a felicidade do economista.

Continue lendo “Dados surpreendem especialista”

Uncategorized

Federalismo e “pork-barrel politics”

Acabou a farra do porco.

Criar cidades é fácil. Difícil é mostrar que os ganhos econômicos compensam os custos. Obviamente, em termos de ganhos políticos, isto pode ser diferente, como mostraram Weingast, Shepsle e Johnsen em um artigo prá lá de clássico em Economia Política (a atual, praticada em 99,9% dos departamentos de economia do mundo; não a antiga, aquela em que você agradava o professor decorando a diferença de derivadas: M’-D’-M’ ou algo assim).

Claudio

Continue lendo “Federalismo e “pork-barrel politics””

Uncategorized

Boa notícia: vizinhança com Morales, Chàvez (e o natimorto Castro) faz bem

A posição brasileira no ranking de 55 países despencou do 44º lugar em 2006 para o 49º este ano. A classificação é feita com base em 323 indicadores quantitativos e qualitativos das 55 economias mais industrializadas. Os dados são utilizados para para demonstrar quais países têm melhor capacidade para atrair investimentos.

De acordo com o estudo, mais uma vez, como no ano passado, o governo brasileiro foi responsável pela perda de competitividade do País. ‘A carga tributária excessiva, o custo do dinheiro para a atividade empresarial, o excesso de burocracia e o mau uso do dinheiro público deixaram o Brasil em penúltimo lugar no aspecto eficiência do governo, um dos pilares que compõem o estudo’, diz o professor Carlos Arruda, da Fundação Dom Cabral, um dos responsáveis pelo estudo no IMD. ‘Foi o pilar mais crítico.’

A notícia toda está aqui.

O governo se acha confortável com os exemplos que têm no quintal e, assim, não se constrange em promover medidas que diminuem a competitividade. Menos competição, mais socialismo (sejam estas ações conscientes ou não).

Claudio

Continue lendo “Boa notícia: vizinhança com Morales, Chàvez (e o natimorto Castro) faz bem”