Uncategorized

Selva menos selvagem

Sete dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal decidiram ontem que, enquanto o Congresso não aprovar lei específica sobre o direito de greve dos funcionários públicos, deve ser aplicada a esses servidores (inclusive aos controladores de vôo e policiais), no que couberem, os dispositivos da Lei 7.783/89, que já regulam as greves nos setores privados, e obrigam que sejam mantidas equipes em atividade, “com o propósito de assegurar os serviços cuja paralisação resultem em prejuízo irreparável”.

O óbvio: se você faz concurso público para um setor destes, sabe quanto vai ganhar de antemão. Se isto não funciona para aumentar a produtividade do funcionário público (e não funciona), parece que ao menos serve para uma coisa: não permitir que o mesmo diga que não sabia que iria ganhar mal. Ou então o cara tem que se declarar como um preguiçoso: já entra no emprego querendo fazer greve.

Claudio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s