Uncategorized

O vôo 123 JAL

Kyu Sakamoto, um dos mais populares cantores japoneses do pós-guerra, morreu em 1985, em um acidente trágico. Segundo a Wikipedia, escreveu uma carta para a família antes de morrer. Deu tempo? Sim.

A comunicação entre a cabine do piloto e os controladores foi toda colocada online nesta página. É algo trágico de se ouvir, mas percebe-se que houve tempo suficiente para escrever uma carta.

A sensação não deve ser boa quando você ouve que é bom usar máscara pois um pouso de emergência se aproxima.

Houve grande discussão na época, inclusive, sobre as falhas dos controladores.

The Japanese public’s confidence in JAL took a dramatic downturn in the wake of the disaster, passenger numbers on domestic routes dropping by one-third. Rumours persisted that Boeing had admitted fault to cover up shortcomings in the airline’s inspection procedures and thus protect the reputation of a major customer. Without admitting liability, JAL paid 780 million yen to the victims’ relatives in the form of “condolence money”. Its president, Yasumoto Takagi, resigned, while a maintenance manager working for the company at Haneda committed suicide to “apologize” for the accident.

Note: o presidente se demitiu e um funcionário, em remorso, suicidou-se. E houve pagamento, ainda que sob relutância.

Claudio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s