Uncategorized

Burocratas à toa pensam coisas estranhas


Fonte: Strange Maps.

Engraçado o que o salário de um sujeito não paga. Depois reclamam que ganham mal.

Claudio

Continue lendo “Burocratas à toa pensam coisas estranhas”

Anúncios
Uncategorized

Feudalismo, Socialismo, Capitalismo

‘Prior to 1959, when Castro took power, Cuba had the fourth-highest protein consumption in the Western Hemisphere,’ says Humberto Fontova, author of ‘Fidel: Hollywood’s Favorite Tyrant.’ ‘Today, it’s near the bottom.’

According to a Spanish study, Fontova said, in 1842 Cuba’s plantation slaves got royally decreed daily rations of 8 ounces of meat, 4 ounces of rice, 16 ounces of starch and 4 ounces of beans. By contrast, when Castro started rationing food in 1962, Cubans got 2 ounces of meat, 3 ounces of rice, 6.5 ounces of starch and 1 ounce of beans.

Acho que o velho barbudo se enganou. Ou então ele deveria ter dito: capitalismo, socialismo e/ou feudalismo.

Claudio

Continue lendo “Feudalismo, Socialismo, Capitalismo”

Uncategorized

Na prática socialista, o discurso é outro

The blame-America-first crowd often zeroes in on U.S. plenty, calling our lack of want ‘excess’ and our great food productivity an ecological evil.

There’s been a malevolent new wave of this lately as more news of failed Marxist regimes and the hunger they create comes out.

Cuba’s communist dictator Fidel Castro on Thursday denounced the U.S.’ production of grain ethanol as ‘sinister’ and a coming cause of ecological catastrophe and global starvation. Not only would it affect Cuba, which has rationed food since 1962, but 3 billion other people, he said.

Not to be outdone, the United Nations denounced the West for North Korea’s new famine, laughably claiming the nuclear-armed state was a victim of bad harvests and a lack of food aid from the stingy West.

Meanwhile, in Zimbabwe, the West is regularly denounced as the culprit for conspiring to keep food off the African nation’s shelves even as its offers of genetically modified food aid have been rejected.

Dictator Robert Mugabe’s enemy isn’t hunger itself, but improved food production from the green revolution, developed in an atmosphere of freedom and capitalism.

By the way, all three Marxist states claim food is a right for all. But the hunger their people suffer is in fact just another monstrous instance of state failure. In all three, private property is outlawed and expropriated.

Ok, a matéria toda está aqui.

Moral da história? Menos mercados, mais fome. Quem disse isto foi Amartya Sen, um economista que só é seletivamente citado pela academia ideologizada. Uma pena. Amartya Sen está bem acima da corja que o cita apenas quando lhe convém (e parcialmente).

Claudio

Continue lendo “Na prática socialista, o discurso é outro”

Uncategorized

Imagine o impossível: algo similar no Brasil

CONCORD NH (Reuters) – Governor John Lynch today announced that he will begin the process to change the official name of the state to Tax-Free New Hampshire. This will require an amendment to the state constitution, which must receive a three-fifths majority in both houses of the state legislature and approval by a majority of the voters in the next regular election. “It’s clear that we will not have the change in place for the 2008 elections. In fact, that will be our earliest opportunity to get it on the ballot. We’re looking ahead to 2012.” The heavily-covered New Hampshire presidential primary is expected to give the new name wide exposure.

Claudio

Continue lendo “Imagine o impossível: algo similar no Brasil”

Uncategorized

Deus me colocou aqui

“Any nation that can educate hundreds of thousands of people to be willing to martyr themselves [shehada] and to attain the height of martyrdom is invincible… Anyone who is willing to [set] martyrdom in the path of [his] ideals is always the victor. Being on the path is victory [in itself], and defeat on this path does not exist… The willingness to carry out shehada is an invincible weapon, that nothing can overcome.

“You saw last summer how the Zionist regime, armed to the teeth, was defeated in the face of the young faithful of Hizbullah… God has not left us defenseless in the face of the front of arrogance [i.e. the West, led by the U.S.]. Our revolution and our state have an owner; God has set the Hidden Imam to support us… Martyrdom [shehada] is the shortest path to attain the height of human perfection. Those who have carried out martyrdom [i.e. the fallen shahids] are today looking at our behavior and illuminating the path of our nation like a floodlight…”

Eu, heim?

Claudio

Continue lendo “Deus me colocou aqui”

Uncategorized

É fácil descobrir porque isto não funciona; eles são éticos

A maior prova da inexistência do “mensalão”, para a esquerda brasileira, é que, simplesmente, a patota socialista é mais “ética” e “honesta”.

É o mesmo motivo pelo qual eu acredito que os britânicos jogaram dinheiro fora neste caso.

O que? Eu? Enganado? Como assim? Claro que não.

Claudio

Continue lendo “É fácil descobrir porque isto não funciona; eles são éticos”

Uncategorized

Não faltou vinho para eles, não é? Adivinhe quem tomou vinagre?

anac.jpg

Veja a foto aqui.

Sim, eu estou solidário com os consumidores-contribuintes das empresas aéreas e do governo. E não sou só eu.

Sobre a foto acima, claro, é bom ter filha casando, curtir festa e tal. Agora, eu queria saber se houve atrasos nos vôos dos convidados para esta festa.

Eu me lembro quando houve uma enchente aqui em Minas Gerais e o então governador Eduardo Azeredo (não-PT, mas com amigos comuns, como Marcos Valério) estava fora, em viagem. Ele demorou a retornar e a oposição gritou um bocado(adivinhe quem puxava o cordão da gritaria? O partido do presidente LLUULLAA). Assim como o diretor da ANAC, o governador também tinha direito às férias? Claro. Mas quando se é autoridade pública, é importante um pouco mais de esforço pois o patrão é o contribuinte, gente que, inclusive, morreu nas filas nestes últimos dias. Tinha mãe sem poder amamentar o filho na fila (veja o link original das fotos), cara. Esta gente, que alguns blogueiros e jornalistas “chapas-brancas” tratam, com desdém, como “a elite, os 10% dos brasileiros que viajam de avião”, também são eleitores. Para quem não sabe, melhorar de vida e enriquecer é objetivo de todos e, inclusive, os senhores políticos ganham eleições nos prometendo formas mais ou menos realistas de nos ajudar nisto.

Se fosse uma rainha da França, os intelectuais (ora em silêncio voluntário e covarde) escreveriam longos tratados nos cadernos de “cultura”, condenando o descaso. Agora, que estão próximos da fonte de subsídios (o tal “poder”), eles, implicitamente, mandam-nos comer brioches.

Triste, mas é verdade.

O que me espanta mesmo é o silêncio dos órgãos “supostamente de” defesa do consumidor. Na hora de protestar contra o aumento de preço do cachorro-quente são os primeiros a se manifestarem. Mas, quando o problema envolve o governo, o silêncio é notável.

Selva, sim, isto aqui é a selva.

Claudio

Continue lendo “Não faltou vinho para eles, não é? Adivinhe quem tomou vinagre?”

Uncategorized

O país mudou?

Além da crise aérea, temos que nos lembrar de outras criações dos últimos governos de esquerda. Primeiro, o mensalão.

Depois de longo e minucioso trabalho, a Polícia Federal, por meio de laudo do Instituto Nacional de Criminalística, confirmou plenamente as conclusões da CPI dos Correios, segundo as quais o esquema do valerioduto (tendo por principal operador o publicitário-empresário Marcos Valério de Souza), o grande abastecedor do famigerado mensalão (sistema de cooptação corrupta de parlamentares), era nutrido por dinheiro público, originado do Banco do Brasil (BB). A DNA Propaganda, agência de Valério, apropriou-se indevidamente de pelo menos R$ 39,5 milhões de recursos do BB no Fundo Visanet. Foi esse dinheiro que lastreou os empréstimos que alimentaram o caixa 2 do Partido dos Trabalhadores.

Claro, para muita gente, temos de nos preocupar com o “Bush”. Assim, enquanto olhamos para o alto, os daqui enfiam as mãos em nossos bolsos. Verissimo, por exemplo, está preocupadíssimo com estes desvios. Tanto que, ao invés de manter a velhina de Taubaté, matou-a para que nada mais denunciasse.

Mas não podemos nos esquecer de outros problemas criados pela política econômico-social dos amantes do bolivarianismo local. Tome-se por exemplo o caso das agências regulatórias (inclui a ANAC, da qual temos a foto de uma de suas funcionárias com um belo charuto no “post” abaixo). Todos sabem que agências regulatórias não combinam com ingerência política (exceto, talvez, os bolivariano que habitam o Banco Central). Entretanto, durante os últimos anos, o que assistimos? Ingerência, ingerência e ingerência.

Obviamente, para alguns, a vida é muito boa, já que seus sindicatos obrigam o restante da sociedade a pagar a conta. Por isto você não vê tantos protestos. Os sindicatos e os tais “movimentos sociais” vivem em namoro permanente com qualquer um que lhes prometa meia-entrada no cinema, no ônibus e, claro, a manutenção da famigerada contribuição sindical. Os empresários, ou entram na roda do “rent-seeking” ou têm medo de protestar pois, claro, há sempre um fiscal de algum órgão público louco por fama e poder, o que sempre foi um incentivo para denúncias barulhentas seguidas de discretas desculpas (no devido “timing”, entenda-me bem).

O incrível é que alguns dizem que é diferente agora do que antes. Não é. Pessoas em cargos públicos roubam e dizem que fizeram pelo bolivarianismo (= socialismo, etc). Os políticos acham que aumentos de salários não são injustos, quando se trata deles mesmos. Você achava que isto era privilégio de políticos da ditadura? Errou.

Hoje é aniversário da Revolução de 1964 (na verdade, ontem). Um período socialmente complicado da história brasileira. Em 1985, o muro ruiu e a caixa de Pandora foi aberta. Pensando melhor, ela já estava aberta desde o governo Vargas, aquele ditadorzinho que se dizia “pai dos pobres”. Acho que o cheiro ficou mais podre naquele governo.

Claudio

Continue lendo “O país mudou?”

Uncategorized

E já que falamos de elite…

Parei de ler as colunas do Veríssimo há algum tempo. Quando ele fez de sua coluna um meio de propaganda petista ainda lia alguma coisa meio que para ver até onde ia seu comprometimento com a causa. E era total.

Veríssimo se entrega ao petismo de forma incondicional.

Quando vi o título da sua coluna de hoje fiz uma aposta comigo mesmo: ele vai não apenas justificar o que foi dito pela ministra como, ainda por cima, nos “provar” que o tal racismo brasileiro é uma praga que impede os negros de subirem na vida.

Não deu outra.

O bom de Veríssimo, como todo esquerdopata, é sua completa previsibilidade. A chance de você descobrir a opinião deles sobre qualquer assunto é algo próximo de 100%.

A coerência de um militante com o “pensamento” esquerdista só é superada pela hipocrisia na hora de aplicar os conceitos à sua própria vida.

Por exemplo, muitos pregam o amor a Cuba, mas curiosamente adquirem imóveis em Nova Iorque ou Paris.

Claudio

Continue lendo “E já que falamos de elite…”

Uncategorized

Aprendam com Reagan, bolivarianos

A blogosfera bolivariana, esta que vê liberal até dentro da própria cueca, sempre acha um jeito de criticar o Reinaldo Azevedo quando ele faz alguma crítica ao seu amado ideário (e seus representantes terrenos…ou lunáticos).

Os argumentos resumem-se em um único bordão: “é escritor e é católico, logo, é idiota”. Acredite: é este tipo de gente que diz ser mais imparcial que o rei.

O engraçado é que quando há concordância de opiniões, impera um certo silêncio, como se fosse feio dizer que o sujeito não é tão feio quanto se pinta.

Bom, você decide se lê Reinaldo Azevedo. Mas já aviso: este texto sobre Reagan e os controladores de vôo é muito bom. Agora só falta alguém me dizer que não vai ler isto porque eu não sou bolivariano (ou católico praticante).

Claudio

Continue lendo “Aprendam com Reagan, bolivarianos”

Uncategorized

O poder dos alunos

Selva só errou em chamá-los de estudantes. Estudante estuda. Aluno, não necessariamente.

O texto:

O movimento estudantil da UnB sempre esteve na vanguarda do atraso, tendo formado gerações de estudantes profissionais que nunca se destacaram por conquistas intelectuais. Vejam o video onde o atual reitor Timothy Martin Mulholland, psicólogo americano criado no Piauí, é publicamente humilhado como se fosse o culpado por terem ateado fogo na porta do apartamento de um estudante africano. O que aconteceu com Mulholland, todavia, não se compara com o que fizeram com o professor Geraldo Ávila, que esteve à frente na reitoria da UnB por seis dias, em março de 1985. Ávila foi humilhado publicamente no teatro de arena por centenas de estudantes e politicos “progressistas e democráticos”. Obviamente depois dessa palhaçada, renunciou.

Clique aqui para ter acesso ao link original do video.

Claudio

Continue lendo “O poder dos alunos”

Uncategorized

O poder dos sindicatos, a insubordinação….isso me lembra Jango!

Alvo de ofensiva dos comandantes das Forças Armadas, que querem tirá-lo do Ministério da Defesa, Waldir Pires ganhou apoio na luta para se manter no cargo. Os aliados são aqueles que têm tirado o sono dos passageiros e dos oficiais da Aeronáutica: os controladores de vôo.

Hum, sei. E, claro a ANAC tirou a cabeça do buraco:

No fim da tarde de ontem, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou nota para esclarecer que monitora a situação nos aeroportos. Segundo a ANAC, mais de 18 mil pessoas foram prejudicadas pela paralisação dos controladores.

Claro, leia mais aqui.

Claudio
p.s. Segundo esta notícia, os passageiros continuam revoltados…com as companhias. Para eles, o “lucro” é o culpado. Não lhes ocorre que suas vidas, no ar ou no solo, estão nas mãos de gente do setor público: os controladores.

Continue lendo “O poder dos sindicatos, a insubordinação….isso me lembra Jango!”

Uncategorized

Em sua opinião, quem deve pagar pela morte de Luiz F. Mosca?

A crise aérea provocou transtornos em todo país. A situação mais grave ocorreu em Curitiba, onde a longa espera nas filas para o embarque vitimou um passageiro. Depois de passar a madrugada de sábado para domingo no Aeroporto Internacional Afonso Penna, o empresário gaúcho Luiz Ferrari Mosca, 54 anos, passou mal e morreu.

O empresário foi levado para a sala vip da Infraero por volta das 5h30, onde recebeu os primeiros socorros. Por volta das 6h, uma ambulância levou o passageiro para o Hospital Santa Cruz, mas Luiz não resistiu.

A Infraero não soube informar dados sobre o passageiro, que não teria feito o check-in. Um dos filhos do empresário informou que Luiz tinha vôo marcado para 22h30 e decidiu ficar no aeroporto apesar de as operações terem sido suspensas.

E então?

Claudio

Continue lendo “Em sua opinião, quem deve pagar pela morte de Luiz F. Mosca?”

Uncategorized

Economia Austríaca – aviso

Call for Papers: 2007 Society for the Development of Austrian Economics
meetings.

New Orleans, LA, November 18-20, 2007 (Sunday-Tuesday)

Please note: The SEA meetings this year will run Monday-Wednesday, but we
have been able to secure a room so that our sessions can begin on Sunday and
end on Tuesday, allowing participants to return home late on Tuesday or on
Wednesday. Hotel rooms should be available at the SEA rate for Saturday
night.

Persons interested in presenting papers, serving as chairs/discussants, or
proposing entire panels should submit proposals by May 1st. All submissions
must include the following information for each participant, including
non-attending co-authors:

Name
Affiliation
Street address
Phone
Fax
Email address

Those proposing papers must also include a one-page abstract as well as an
indication of their willingness to serve as a chair or discussant. If you
just wish to serve as a chair or discussant, please indicate so in your
submission. All information should be returned by May 1, 2007. If you are
proposing an entire panel, please have all the contact information for all
the participants when you send the materials. Also keep in mind that paid-up
SDAE members are given priority for SDAE panels.

Please send your submissions to Joe Salerno, SDAE President-elect at:

Joe Salerno
[1]jsalerno@pace.edu

or by postal mail until Memorial Day:

725 Garibaldi Avenue
South Plainfield, NJ 07080

Steven Horwitz

Claudio

Continue lendo “Economia Austríaca – aviso”