Uncategorized

Até os chineses sabem…

China aumenta taxa de juros para conter inflação

A vantagem é que não tem democracia lá. Ou seja, empresário que reclamar leva chicote.

Claudio

Continue lendo “Até os chineses sabem…”

Anúncios
Uncategorized

Falhas de governo e São Paulo

Vejamos um exemplo de falha de governo:

A Polícia Civil de São Paulo investiga um esquema de corrupção ativa envolvendo funcionários públicos municipais e camelôs. Agentes da Subprefeitura da Sé estariam vendendo licenças ao preço de R$ 2 mil a R$ 3 mil para camelôs trabalharem na região central. Um flagrante feito na quinta-feira, 16, na Rua Barão de Duprat reforçou as evidências de existência da organização criminosa.

O que diz o sindicato dos funcionários públicos municipais de São Paulo sobre o tema? Nada.

Imagine, em um cenário hipotético, que haja corrupção entre os funcionários e que realmente alguns deles pratiquem o crime de vender licenças para camelôs. Imagine, então, que um grupo deles se financie com isto e ache interessante aumentar as barreiras à concorrência de outros funcionários corruptos, bem como garantir seu poder.

Não é difícil, neste cenário, concluir que podem haver sindicalistas bem corruptos. A história mostra que isto não é uma fantasia, mas uma realidade. O que eu nunca vi, por exemplo, é uma série histórica de estatísticas referentes ao número de sindicalistas acusados de corrupção ou algum indicador de corrupção para sindicatos. O pessoal da Transparência Internacional poderia se esbaldar com este tipo de pesquisa.

Mancur Olson e tantos outros apontam a existência de sindicatos como fator de “rent-seeking”, isto é, fator que desincentiva o crescimento econômico e promove transferências de renda…para os associados dos sindicatos em detrimento do resto da população.

Já passou da hora de alguém procurar estes dados, não? Claro que o sujeito que escolhe fazer uma pesquisa destas ouvirá discursos imbecis e maldosos que o acusarão de ser, na melhor das hipóteses, um “malvado neoliberal”, mas, afinal, que corrupto acuado reage entregando-se para as algemas?

Ao final, só lamento pelos camelôs que tentam ganhar sua vida. Já têm uma fama ruim (todo cesto tem uma laranja podre, né?) e, quando se submetem à burocracia governamental para se livrarem da pecha de comerciantes safados, encontram fiscais desonestos. A diferença? Camelô não pode colocar plaquinha dizendo: “o desrespeito ao camelô é crime segundo a lei xxxx”.

Claudio

Continue lendo “Falhas de governo e São Paulo”

Uncategorized

Como confundir as pessoas

Então os bolivarianos da Ásia dizem:

O negociador da Coréia do Norte para o diálogo de seis lados, Kim Kye-gwan, disse neste sábado ao chegar a Pequim que seu país não vai interromper o seu programa nuclear a menos que os Estados Unidos suspendam completamente suas sanções contra o Banco Delta Asia (BDA), de Macau, no qual contas norte-coreanas foram congeladas há um ano e meio.

Espere um pouco. São os EUA ou a ONU? Vamos voltar uma semana no tempo:


A Coréia do Norte prometeu fechar seu principal reator nuclear e permitir o retorno dos inspetores da ONU ao país até metade de abril. Em troca, serão oferecidas vantagens econômicas, garantias na segurança e a normalização dos lações com os EUA e o Japão.

Então, na verdade, a Coréia do Norte, digo, seu governo bolivariano, é que desrespeita resoluções da ONU. Não se trata de “unilateralismo”, né?

Claudio
p.s. “Ah, mas os EUA agem através da ONU para defender seus interesses”. E o governo brasileiro não faz o mesmo? E se faz, o que tem feito sobre a chantagem atômica norte-coreana? Então tá.

Continue lendo “Como confundir as pessoas”