Onde está a ANAC?

Claudio

Continuar lendo

Anúncios

Hoje é dia despedida

Hoje é dia de uma festa triste: despedida. Um de nossos poucos jovens talentosos e interessados na cultura nipônica deve ir ao Japão trabalhar em breve. Então, hoje o karaokê é em sua homenagem.

Para homenageá-lo, eis algumas músicas eternas da cultura japonesa:

Primeiramente, Misora Hibari, com Yawara. Hibari foi uma das melhores cantoras japonesas do pós-guerra. Dizem que era conhecida como a cantora das sete vozes, ou algo assim.

Outro sucesso antigo é “Itsudemo Yume wo” de Hashi Yukio.

Shino Mika é outra mulher que se sai maravilhosamente bem com músicas masculinas. Aqui, Otoko Bune.

Uma das músicas que já tive o privilégio de cantar com nosso viajante é Shima Uta, aqui na voz de Natsukawa Rimi.

Esta música, Honoo, é uma que ele já cantou algumas vezes.

Finalmente, isto dispensa apresentação.

Fica aí minha homenagem. Mais tarde cantaremos e beberemos um bocado.

Claudio

Continuar lendo

Quem realmente controla o país?

Os controladores, claro.

Claudio
p.s. os estudantes, a sociedade civil organizada (por quem?), este povo todo, hoje, está bem caladinho.
p.s.2. quebrar a hierarquia militar é um erro muito sério. É como um general mudar a ordem de comando dentro do partido de LLUULLAA. Imaginou?

Continuar lendo

Ainda sobre a história da prostituição

This paper builds a theoretical model where individuals maximize inter temporal consumption-leisure utility function to explain the differential wage received by prostitutes. The model does not rely in any assumption about the skill level of the prostitutes. However, it is sufficiently general to explain the existence of both high-level (call girls) and low-level (street) prostitutes. The theoretical model is able to replicate quite well some stylized facts from the prostitution market. Furthermore, we use a dataset about street prostitutes in Brasilia city (Brazil) to corroborate the theoretical predictions of our model. The econometric evidence supports compensation wage theory: prostitutes that work under more difficult conditions receive higher monthly wages.

Acho que alguns alunos gostarão disto.

Claudio
p.s. eis um estudo de campo que muito aluno meu iria querer fazer. Já as alunas…

Continuar lendo

Esta é boa

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) irá avaliar como o Brasil está lutando contra a corrupção e se o governo federal está cumprindo o que prometeu ao assinar o Acordo Anticorrupção da entidade – que criminaliza o suborno de funcionários públicos por empresas internacionais que estejam atuando no País.

Note que “mensalão” não conta na medida da OCDE.

Claudio

Continuar lendo

A selva tenta se civilizar

Dentro de um mês, usuários dos cerca de 11 milhões de Bilhetes Únicos em circulação na Grande São Paulo terão mais duas opções para o pagamento da recarga: cartão de débito ou boleto bancário. A informação é do diretor de marketing da Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços (Abecs), Antonio Rios.

Puxa vida, até hoje o cara não podia usar o cartão de débito? Que raios de “economia globalizada” é esta? Não me venha falar de neoliberalismo, tá?

Claudio

Continuar lendo

Agora é oficial

Os passageiros ainda encontravam situação relativamente tranqüila nos principais aeroportos na tarde desta sexta-feira, 30, mesmo como anúncio da operação-padrão de controladores de vôo em Curitiba (PR) e Manaus (AM), que poderá se estender para todo o País. Segundo o último boletim da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), da zero hora até as 14 horas, 15,1% dos vôos tinham atrasos superiores a uma hora. Até o meio-dia, este índice era de 14,1%.

Você não vai me dizer que a culpa é dos “detentores do capital”, vai?

Claudio

Continuar lendo

Remédio para preguiça

Criadores de animais selvagens na China estão pressionando o governo para voltar a legalizar o comércio de ossos e pênis de tigres criados em cativeiro.

Eles argumentam que a regularização vai acabar com a matança e o tráfico dos animais, além de beneficiar doentes que dependem de remédios feitos à base dos raros ingredientes extraídos do tigre.

“Se canais legais existirem, a motivação para comprar ossos de fontes ilegais diminuirá drasticamente”, disse Wang Liang, gerente-geral do Parque de Tigres Siberianos de Heilongjiang, província ao norte da China, segundo reportagem do jornal China Daily.

Segundo a medicina tradicional chinesa, medicamentos com ossos de tigre podem curar convulsões, preguiça, malária, doenças de pele e até reumatismo. O pênis do tigre, por sua vez, é tido como um poderoso afrodisíaco.

Tá com preguiça? Olha o remédio aí.

Claudio

Continuar lendo

Ética da esquerda (anaeróbica)

O PT realmente merece um tratado moral. Os petistas de São Paulo prometem fazer uma manifestação pública no metrô em defesa da CPI. Até aí, tudo bem. Ocorre que eles já tentaram, mas não têm o número mínimo de assinaturas (32). Conseguiram só 24. Mas pretendem dar à questão o mesmo sotaque de indignação cívica. Na Câmara, não só o requerimento cumpria as exigências legais como já havia sido aceito pela Mesa. O orador da turma é o deputado estadual Simão Pedro (PT). Indagado por que ele tanto quer a CPI em São Paulo, mas não em Brasília, este novo Kant do petismo raciocina: “A situação de Brasília é diferente da de São Paulo porque a oposição não indicou apenas um fato determinado para a investigação. Se o foco da investigação forem os atrasos nos vôos, sou a favor. Mas não queremos dar palco para oposição investigar a Infraero e outras obras públicas”. Ah, bom: agora está tudo explicado… É mesmo como a gente desconfiava: o PT não quer que a Infraero seja investigada. De jeito nenhum!

Humm…

Claudio

Continuar lendo

O que aconteceria se fosse Maomé e estivéssemos no Irã?

´Jesus´ nu de chocolate gera protesto de católicos nos EUA

O que aconteceria? Bem, nada. Primeiro porque o Irã não é uma democracia. Segundo que a oposição lá, ou, digamos, os não-islâmicos, provavelmente seriam presos (ou coisa pior).

Mas, claro, aposto que todos os netos das vovós que visitam Aparecida do Norte e rezam pela cartilha da CNBB estão horrorizados com o “fanatismo religioso” dos “norte-americanos”.

Acertei?

Claudio

Continuar lendo

O mercado e as externalidades

O Ari não devolve provas. Procura evitar o comércio delas entre os alunos. Aí uma aluna tentou trucar:

– Mas professor, não é bom ver o mercado funcionando?

E ele:

– É, mas não com alguém ganhando pelo meu trabalho.

Explicar isto é fácil: direitos de propriedade bem definidos. É muito fácil pegar a produção de alguém e vendê-la como se sua fosse, sem autorização do autor.

Mercado é uma coisa. Roubar é outra.

Claudio

Continuar lendo

Justiça

O sacerdote católico Nguyen Van Ly, de 60 anos, foi condenado nesta sexta-feira, 30, a oito anos de prisão por “propaganda contra a República Socialista” do Vietnã.

Outros quatro vietnamitas também foram condenados pelo mesmo crime e pela formação de um partido político ilegal.

“Foi um julgamento comunista e com justiça comunista. A lei da selva!”, gritou o padre no começo da sessão. Depois do protesto, um guarda tapou a boca do réu, que foi retirado da sala. O julgamento durou apenas um dia.

Nguyen Phong, de 32 anos, condenado a seis anos de prisão, negou ter fundado o Partido Progressista e prometeu continuar a luta democrática “pelo bem da nação e do povo do Vietnã”.

Claudio

Continuar lendo

Vai fazer concurso público na Coréia do Sul, cara!

About 87 percent of high-ranking public officials saw their assets rise last year, with 58 percent of the total adding more than 100 million won ($107,000) to their wealth, according to a government report yesterday.

The increase mostly came from the rise of real estate prices, the figures showed.

The government announced the assets of 1,052 top public officials in legislative, executive and judiciary bodies.

Claudio

Continuar lendo

Deu certo uma vez…

Evo ameaça romper acordo do gás acertado com Lula

Deste jeito, em breve, o Evo, de tanto quebrar acordos, ficará cansado ou, como se diz por aí: vai “perder o gás”.

Eu também queria romper o contrato que me enfiam goela abaixo com o governo e que me obriga a pagar o imposto de renda. Mas eles não deixam. Dizem que é errado.

Deve ser o tal “respeito aos contratos” que a – outrora barulhenta – oposição hoje, sentada no confortável cofre do poder, diz ser importante.

Legal mesmo é pensar como certos movimentos “sociais” reagirão a isto.

Claudio

Continuar lendo