Uncategorized

Se todos cumprissem as leis…

não existiria advogado.

Mas, pergunta o leigo, isto significa que o maior interessado no aumento da criminalidade é o advogado (juntamente com os criminosos, claro)?

Claudio
p.s. da mesma série: “se Deus não existisse, ateus seriam deístas”? Ou: “se ninguém comesse McDonald’s, alguns médicos passariam fome”, “se aluno ruim não existisse, professor não teria o que fazer”, etc.

Um comentário em “Se todos cumprissem as leis…

  1. Se todos fossem perfeitos, não haveria necessidade de norma de espécie alguma, sequer as jurídicas. O crime é fato social, não jurídico; a tipificação é que traz a atribuição de ilicitude ao fato considerado lesivo conferindo-lhe pena para efeito de proteção social. A criminalidade precisa ser compreendida na perspectiva na tipologia da violência, pois espécies diferentes de crimes requerem soluções distintas para sua minimização. Reduzir a perspectiva ao advogado é uma falácia. Ademais, o advogado pode atuar não somente na solução dos problemas, inclusive de segurança, como gestor de crises, mas, principalmente, na sua prevenção. A Medicina caminha muito bem na linha preventiva, abordando a saúde e não apenas a doença. E os médicos vão muito bem, obrigada. O Poder Judiciário, “hospital social”, e as operações jurídicas necessitam de atualização institucional. A caminho, mas ainda lenta diante das necessidades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s