Uncategorized

Libertários

Talvez apenas o Renato Drummond e outros poucos blogueiros entendam, realmente, o que é o libertarianismo. Aliás, Renato certamente apreciará este novo texto de Arnold Kling.

É aquela história: tem gente que acha que libertarianismo é sinônimo de sexo desenfreado. Isto é coisa de libertino, como diria o Alex Castro.

Divirta-se com o texto de Kling.

Claudio
p.s. Alex, ainda não comecei a ler o livro mas, de antemão, agradeço o presente.

Um comentário em “Libertários

  1. Meu nome é Drumond, não Drummond hehe

    Já tinha lido o artigo, realmente é bastante interessante. Mas eu ainda tenho sérias dúvidas se a parceria dos liberais com os conservadores tem mais futuro do que com a esquerda-liberal.

    Parece-me que o grande problema em convencer os que se definem como “de esquerda” é que eles estão mais preocupados em deixar as decisões governamentais livres da influência religiosa(ou do Conventional Wisdom, como dizia o “liberal”-mor Glabraith) do que em proteger a liberdade individual das intervenções do governo – como se pudéssemos ter uma espécie de intervenção baseada em critérios puramente racionais, sem remeter a valores, que são necessariamente não-racionais(mas não irracionais).

    Veja a controvérsia em torno do Evolucionismo nos EUA. Eu considero o Design Inteligente como uma teoria sem pé nem cabeça, mas realmente acho que é um dilema governamental saber se uma escola pública deve ter um programa fixo ou flexível de acordo com a vontade dos pais. Cabe, aqui, discutir até mesmo a validade de se manter uma escola estatal.

    Mas os “liberals” estão mais preocupados em afirmar a validade do evolucionismo, como se esta discussão encerrasse todos os problemas envolvidos na questão.

    Não à toa os “liberals” quase sempre levam a discussão política como se fosse uma disputa de inteligência, ou seja, quão mais inteligentes eles são do que seus concorrentes “conservatives”. Mas esta é uma abordagem bastante equivocada. Se eu entendo mais de química do que você, parece-me óbvio que o meu triunfo pode ser creditado a um maior conhecimento que eu tenho.

    Mas qual o conhecimento específico exigido pela política? Dificilmente a discordância é meramente factual, apesar dos fatos servirem para que novas direções antes não vislumbradas possam ser adotadas. A discussão é essencialmente de princípios.

    Um último comentário, desta vez sobre a clássica divisão entre “conservatives” como liberais na economia e “liberals” como liberais no comportamento. Mesmo esta divisão é bastante questionável. Os “liberals” não são exatamente a favor do laissez-faire comportamental. A questão é que eles acham que um comportamento, para ser considerado errado, deve ser racionalmente demonstrável como ruim(logo, toda rejeição a um comportamento que se justifique na tradição é rejeitada). Ou seja, eles não possuem nenhuma rejeição a intervenções no comportamento que sejam justificadas racionalmente. Por exemplo, recusar emprego a alguém por causa da cor da pele não parece ter nenhuma justificativa racional(no sentido de científica), portanto é um comportamento que pode ser restrito.

    A ciência comprova que o uso de uma série de substâncias pode fazer mal à saúde dos usuários, logo não haveria grandes problemas em proibir alguém de usá-las. Um maior consenso em torno da legalização da maconha, por exemplo, se deve ao fato de que várias pesquisas indicam que seu uso não é tão prejudicial assim.

    Quanto às minhas objeções aos conservadores, são basicamente as mesmas indicadas por Hayek no ensaio “Porque Não Sou Conservador”, algumas vezes citado por você aqui.

    abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s