Sitcoms

Você sabe que está velho quando…

Claudio

Continue lendo “Você sabe que está velho quando…”

Anúncios
Uncategorized

Saúde e seguradoras

Bacana este artigo do Sandro. Olha o resumo aí:

Este estudo examina empiricamente a relação entre variáveis econômico-financeiras e outras características específicas de operadoras de planos de saúde, e o risco de insolvência financeira. Utiliza alguns dos principais Modelos de Previsão de Insolvência, recomendados pela literatura especializada: Regressão Logística, Análise Discriminante Multivariada e Redes Neurais. Testamos, adicionalmente, a viabilidade de utilização do Índice de Desempenho Econômico-Financeiro, utilizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar, como possível preditor de insolvência. A amostra é baseada nos demonstrativos financeiros anuais do período de 2001 até 2004, de operadoras solventes e insolventes. A evidência empírica sugere que o risco de insolvência está associado aos baixos níveis de capital e a ausência de reservas técnicas nos dois anos anteriores à ocorrência do evento.

Claudio

Continue lendo “Saúde e seguradoras”

China

O maravilhoso modelo econômico chinês

Esta é boa.

Trecho:

Chinese officials are trying to deflect blame for the country’s pollution onto foreign firms, accusing them of “environmental colonialism,” experts say. The move follows government concern over thousands of anti-pollution protests in the past year.

Se fosse o governo norte-americano, as ONGs estariam dando pulinhos nervosos. Dois pesos…

Claudio

Continue lendo “O maravilhoso modelo econômico chinês”

Academia

Open-source não é a panacéia para a patuléia acadêmica

A Nature, segundo Peter Klein, tentou.

During Nature’s trial, only 5 percent of 1,369 papers ranging from astronomy to neuroscience that were selected for traditional peer review were also posted on the Internet for open commentary. Of those, 33 papers received no comments. The rest received a total of 92 technical comments.

The journal concluded that many researchers were either too busy or had no real incentive in evaluating their colleagues’ work publicly. In addition, none of the editors found the posted comments influenced their decision whether a paper gets published.

Claudio

Continue lendo “Open-source não é a panacéia para a patuléia acadêmica”

escolha pública

Hummm…

Pode não significar nada, ou pode significar muita coisa. Nos últimos 20 dias, o governo federal empenhou R$ 34,4 milhões em emendas de parlamentares do PSDB e do PFL, fato não muito comum. O valor empenhado (compromissado para posterior pagamento) para os dois partidos corresponde a 36,5% do valor global empenhado, no que diz respeito às emendas individuais*. Tal fato pode confirmar os rumores que chegaram ao conhecimento do presidente da Câmara, Aldo Rabelo, no sentido de que o governo estaria, ao liberar emendas, favorecendo a candidatura de Arlindo Chinaglia, conquistando parlamentares até da oposição.

O modus operandi do novo governo é diferente do anterior? É tudo uma coincidência? Papai Noel existe?

Claudio

Continue lendo “Hummm…”

Uncategorized

O mundo não-capitalista

* Pyongyang, January 10 (KCNA) — Kim Jong Il’s work “The Juche Philosophy Is an Original Revolutionary Philosophy” was brought out in pamphlet by the Lao Youth Publishing House on Jan. 5. The work, published on July 26, Juche 85 (1996), scientifically analyses the limitations of the times when the preceding philosophies were enunciated and the originality of the Juche philosophy and clarifies the idea that the Juche philosophy precisely means the revolutionary philosophy, the political philosophy of the Workers’ Party of Korea. It deals with the principled issues arising in the study and dissemination of the Juche philosophy.

* Day of Cuban Revolution Marked
Havana, January 8 (KCNA) — The DPRK embassy in Havana hosted a reception on Jan. 5 to mark the 48th anniversary of the victory of the Cuban revolution. Present on invitation were Head of the International Department of the C.C., the Communist Party of Cuba Fernando Remirez who is member of the Central Committee and member of the Secretariat of the C.C., the Communist Party of Cuba, Foreign Minister Felipe Perez Roque and Director of the Higher Party School Raul Valdes Vivo who are members of the C.C., the Communist Party of Cuba, Chairman of the International Relations Committee of the National Assembly of People’s Power Ramon Pez Ferro, President of the Prensa Latina News Agency Frank Gonzalez, Commander of the Air and Anti-Aircraft Defense Forces of the Ministry of the Revolutionary Armed Forces Pedro Mendiond Gomez, Vice-Minister of Foreign Affairs Marcos Rodriguez and leading party, state and army officials.
On hand were DPRK Ambassador Pak Tong Chun and officials of the embassy.

* Pyongyang, January 5 (KCNA) — The joint New Year editorial calls upon the leading economic officials to become true patriots who take charge of things good for the development of the national economy of their own accord. In an interview with KCNA, Vice-premier of the Cabinet Kwak Pom Gi said that the duty of the Cabinet is very important in implementing the tasks put forward by the joint New Year editorial.
He remarked: We will pay deep attention to achieving a balanced development of the national economy and making a proper use of economic levers and will make everybody strive harder for the prosperity of the nation at his post.
Vice-chairman of the State Planning Commission Ri Sung Ho, filled with revolutionary enthusiasm, expressed his determination to do economic affairs in a far-sighted way, work out right plans to solve the knotty problems arising in economic construction and persistently carry them into practice.
Leading agricultural officials, with a resolve to become patriots who devote themselves to the work for agricultural production, go down among agricultural working people to help them in farming preparations for the year.
Minister of Light Industry Ri Ju O and other officials in the field are taking scrupulous measures to operate light-industry and local-industry factories in full capacity in accordance with the call of the joint editorial.
Meanwhile, officials of the ministry have got down to the local-industry factories in different parts of the country to methodically organize the work for providing more consumer goods to the people this year by tapping the latent resources and potentials to the maximum and dynamically arouse producer masses to production.

Quer rir mais? Vá para este link.

Claudio

Continue lendo “O mundo não-capitalista”

história econômica

Informação Assimétrica no Comércio Marítimo Brasil-Portugal (Século XVIII)

Jorge Gabriel de Lemos Brito, citado aqui algumas vezes nestes últimos dias, continua a ser fonte de muitos trechos interessantes. Desta vez é a regulação dos fretes para o transporte marítimo no século XVIII.

Por volta de 1753, preocupado com irregularidades nos preços dos fretes, o rei de Portugal tentou resolver o problema através da delação:

…admitia-se e estimulava-se a delação, pagando-se parte dos fretes indevidamente cobrados ao delator. [p.321]

E mais:

É daí que nasce o dispositivo que, nas Alfândegas, e nos serviços de fiscalização de impostos, manda dar ao denunciante da fraude ou do dolo contra a fazenda pública metade das multas aplicadas. A diferença existente, que aliás é fundamental, é a de que na legislação portuguesa toda gente podia denunciar, estabelecendo-se assim um regime de desconfiança e de traição incomparáveis [p.321-2]

Percebeu, leitor? O incentivo saiu pela culatra, por assim dizer. Você gera um mercado de delatores. Mas como incentivos importam, seja na era pré-capitalista ou não, eis que em 1756 a Coroa muda o sistema para se verificar abusos nos fretes:

…mandava que se pagassem os fretes por metro cúbico, tal que se faz atualmente… [p.322]

Verificar o metro cúbico ajuda a diminuir a confusão porque é um critério objetivo (mensurável).

Quem gosta de informação assimétrica se diverte com a história econômica, não é mesmo? Aliás, quem já percebeu que incentivos importam aqui, na China, ontem ou hoje, tem um vasto campo para se divertir.

Claudio
p.s. para quem sofre com história econômica do Brasil, o livro tem um capítulo excelente: “Medidas e Pesos Durante o Regime Colonial”, incluindo medidas de léguas de sesmarias, algo sempre complicado.

Continue lendo “Informação Assimétrica no Comércio Marítimo Brasil-Portugal (Século XVIII)”

Humor

The Economics of Married with Children

STEVE Al, you’re gonna be proud of what I did. I saved you 200 dollars.

AL Thanks, Steve.

STEVE Yup. They wouldn’t give anything off on the 1200 dollar model, so I said, “no way, Jose, I am not leaving here without a discount”. So I got them to give you a 200 dollar rebate on this 2100 dollar model.

AL Peg, you spent 1900 dollars?

PEGGY No, I spent 2100 dollars. Because with the 200 we saved you, I bought this dress.

Peggy holds up a leopard dress.

PEGGY So actually, this dress was free.

KELLY And you got a 200 dollar rebate.

Everyone looks at Kelly oddly. She walks away.

AL Y’know, I guess that’s what my horoscope meant when it said “kaboom”.

Amazing!

Claudio

Continue lendo “The Economics of Married with Children”

Censura

Cicarelli racional?

Peguemos o caso do próprio vídeo da Cicarelli: quem colocou ele no ar? Foi o YouTube ou um usuário? Dá até para lançar uma “teoria da conspiração”: levando o tamanho da multa (10 milhões de reais) quem não garante que não é a própria Cicarelli que fica colocando de volta o vídeo no ar toda vez que o YouTube o retira? Afinal o YouTube não tem como ficar controlando em tempo real todo os vídeos que são colocados lá… Enfim, isso é teoria da conspiração, mera maldade minha, mas o caso é que é possível isso acontecer sim.

Charles, não é que esta é uma boa hipótese? Factível, sim.

Claudio

Continue lendo “Cicarelli racional?”

Tecnologia

Tecnologia Digital versus Tecnologia Mecânica

De tempos em tempos sempre sai em algum jornal matéria noticiando o problema de filas no atendimento em postos de atendimento. Mas essa é um pouco diferente. Como o link de acesso necessita de cadastro prévio vou contar a história. Segundo a notícia a fila passou a ser gerada pelo uso de mais tecnologia. A fila é para a confecção de carteira de identidade. O engraçado é que o uso de mais tecnologia piorou a produtividade da mão-de-obra. Antes, com a forma tradicional (manual)de confecção de carteiras na qual tínhamos que “molhar os dedos”, a produção era o dobro da atual na qual a emissão da carteira é totalmente digital.

Poderíamos pensar em um período de transição, mas já são cinco meses de funcionamento no novo sistema. Seria o casa da tecnologia digital ser pior que a mecânica? Ou, seria mais um caso de sabotagem no uso de um processo novo de produção?

André

Continue lendo “Tecnologia Digital versus Tecnologia Mecânica”

Uncategorized

Diga-me com quem andas…

Ontem, o Partido dos Trabalhadores (PT) enviou carta de apoio ao presidente Hugo Chávez. Nenhum petista foi enviado para a Venezuela, ao contrário das comemorações do aniversário do líder cubano Fidel Castro, quando o sociólogo Emir Sader levou mensagem de felicitações em nome do PT.

O povo da diplomacia deve ficar de cabelo em pé quando estas coisas acontecem…

Claudio

Continue lendo “Diga-me com quem andas…”