Uncategorized

Agradecimentos

Pedro Sette Câmara merece. Graças a ele voltamos ao mundo do podcast.

Vejamos se funciona.

Claudio

Continue lendo “Agradecimentos”

Anúncios
Uncategorized

Teoria (mesmo) de Marketing

Privacy, property rights and efficiency: The economics of privacy as secrecy – Benjamin E. Hermalin · Michael L. Katz (Quantitative Marketing and Economics)

Abstract: There is a long history of governmental efforts to protect personal privacy and strong debates about the merits of such policies. A central element of privacy is the ability to control the dissemination of personally identifiable data to private parties. Posner, Stigler, and others have argued that privacy comes at the expense of allocative efficiency. Others have argued that privacy issues are readily resolved by proper allocation of property rights to control information. Our principal findings challenge both views. We find: (a) privacy can be efficient even when there is no “taste” for privacy per se, and (b) to be effective, a privacy policy may need to ban information transmission or use rather than simply assign individuals control rights to their personally identifiable data.

Grifos meus.

Outro que vou ter que ler…

Claudio

Continue lendo “Teoria (mesmo) de Marketing”

Uncategorized

Contratos celestiais

Mais um artigo que eu quero ler com calma.

Martyrdom Contracts – MARIO FERRERO (Journal of Conflict Resolution)

This article emphasizes the similarities between such diverse instances of public-spirited suicide as the Islamic martyrs of yesterday and today, the anarchists, the Japanese kamikaze of World War II, the Tamil Tigers of Sri Lanka, and the Christian martyrs under the Roman Empire. It tries to accommodate this disparate evidence within a single two-period, expected utility model of a martyrdom contract, to which volunteers sign up in the expectation of probabilistic earthly rewards. Contract enforcement is ensured by a sufficiently strong stigma, or social sanction, placed on renegades. The main implication for counterterrorism policy is that the sanction should be softened, so as to turn prospective martyrs into apostates.

Claudio

Continue lendo “Contratos celestiais”

Uncategorized

Visitantes

Verifico que recebo visitas de gente de outras áreas. Atualmente, dois Filósofos do Direito sedentos por interdisciplinariedade (ou seria interdisciplinaridade)…ou são imperialistas mesmo (nós, economistas, somos famosos por esta prática).

Bem-vindos. Não vai dar para discutir porque realmente não entendo nada de Direito (este é um motivo pelo qual não discuto com o pessoal do Direito. O outro é que eles vão me processar, já que sou muito, mas muito incorreto…).

Claudio
p.s. o nazistão aí embaixo tem uma cara que vou te contar 🙂

Continue lendo “Visitantes”

Uncategorized

O eleitor no divã

Mario Cesar Flores tem razão.

A demanda psicótica sobre o Estado enseja várias disfunções; entre elas a irrelevância da ética no cenário eleitoral. Se atendidos seus interesses sob influência do Estado, os brasileiros do topo da pirâmide ao trabalhador incluído vociferam ética, mas no fundo são lenientes com o delito, do banal à corrupção, naturalmente proporcional ao tamanho do Estado. E os da base da pirâmide mal tomam conhecimento do assunto: a vida penosa os pauta no mercado eleitoral pela esperança no Estado promitente provedor de suas necessidades. Sob tais padrões a irrelevância da ética não pode causar surpresa.

Eu chamo isto de “obesidade” do Estado. O almirante chama de “demanda psicótica”. Ambos concordamos em algo: há uma doença em curso.

Claudio

Continue lendo “O eleitor no divã”

Uncategorized

Alex, no centro do furacão

Alex é contra os conservadores (“direita”) e a esquerda (“esquerda”, ops).

Já é um começo.

Eu achei Bush muito razoável no início e achei péssimo que Bin Laden provocasse o fim de seu nascente isolacionismo. Era ótimo. Todo mundo que era contra o “imperialismo” americano, com Bush, passou a reclamar da falta de “imperialismo” americano. Mas reconheço: fui muito otimista.

Alex é acusado por alguns de ser isto ou aquilo. Tem blogueiro que realmente parece ter prazer em pegar no pé dele (quem o lê sabe a ironia terrível desta frase…), mas eu acho que ele continua no bom caminho: liberal, libertário, libertino.

Claudio

Continue lendo “Alex, no centro do furacão”

Uncategorized

Dois bons momentos do selvagem

Selva Brasilis em dois bons momentos:

* Sobre a selva e o mundo.

* Sobre o que é ser idiota: “Você é um idiota consumado quando acha que todas as dificuldades da sua e da existência das outras pessoas podem ser resolvidas com o uso de palavras difíceis.”

Claudio
p.s. o bom é que Selva escreveu seu conceito de idiota com palavras bem fáceis :).

Continue lendo “Dois bons momentos do selvagem”