Uncategorized

Nem todo ex-perseguido pelo regime militar é bobo

O PT tem a sua Stasi, o “serviço de informações”. Trata-se de um um aparelho para trabalhos sujos que só os partidos de regimes totalitários tiveram, como o Partido Comunista da ex-Alemanha Oriental. Pode ser o embrião de uma futura polícia política do PT. Veja o que diz, a propósito, o professor Roberto Romano em seu blog:

Pouca gente prestou atenção no detalhe submerso no caso dossier fajuto contra a oposição. Trata-se do “setor de inteligência” instalado no PT. Quem, como eu, foi obrigado a viver sob regime ditatorial, e foi preso por organismos como o CENIMAR, foi para o DOPS e viveu sob a vigilância do SNI, só pode ficar com as antenas ligadas ao saber que um Partido político guarda em seu interior um segmento dedicado a obter “informações” úteis ou inúteis para os dirigentes da referida agremiação. Pouco importa se os arapongas do PT são aloprados ou qualquer outra coisa. A existência daquele segmento é uma evidência mais do que solar dos alvos e métodos petistas. No Rio Centro, um executor canhestro detonou certa bomba no próprio colo. No primeiro turno de 2006, outros canhestros detonaram a bomba no colo do próprio partido. Mas isso não isenta o analista de observar que procedimentos tecnicamente imperfeitos não esgotam o conteúdo e a forma dos procedimentos. Imaginem se os supostos aloprados fossem eficazes. A eleição teria sido liquidada em favor de Lula e de Mercadante. Nada obsta que as técnicas (e os técnicos) de espionagem petista sejam aperfeiçoados. E quando eles atingirem o ponto ótimo ? Outras aventuras mais ousadas virão, em detrimento da cidadania democrática. É bom notar que o ovo da serpente não foi esmagado. Ele pode se voltar contra todos os “neutros” ou “progressistas” que hoje votam em Lula e no seu partido. Nada, nada naquela agremiação foi mudado, sobretudo no plano dos cérebros. É bom ter a mente e o corpo despertos para futuras e inevitáveis maquinações.

Gabeira, Romano, e tantos outros não compartilham dos desejos totalitários de alguns. Claro, são vistos como “direitosos” e “neoliberais” (ou “privatistas”). É assim que os que pedem debates tratam os que querem debater: ou se ausentam, ou acusam os outros de nomes supostamente feios.

Voltemos à Economia.

Claudio

Anúncios

2 comentários em “Nem todo ex-perseguido pelo regime militar é bobo

  1. não é razoável imaginar que qualquer partido ou mesmo qualquer político mais bem assessorado possui seu próprio serviço de informações não? e os famosos dossiês do ACM?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s