Uncategorized

Pesquisa de opinião

Suponha a seguinte situação: você foi contratado para fazer um cartaz para divulgar um produto. Aí você procura se informar sobre o produto. Você contacta alguém que nunca viu antes, mas que conhece mais o produto que você. Você pede a ele um depoimento sobre o produto. Em seguida, oferece-lhe a divulgação do seu nome e uma amostra piorada (pense na versão do Office que vem na sua máquina, muito limitada) como “pagamento”.

A pessoa lhe envia o depoimento – e você, agora, quer o use ou não, já sabe o que tem de interessante no produto e diz que prefere alguma remuneração já que a amostra é de pouco uso.

Você fica ofendido, diz que não esperava uma barganha e que não vai usar mais o depoimento da pessoa.

Resumo a história:

i. você se apropriou do conhecimento alheio e não vai pagar um centavo.

ii. você ofereceu um preço baixo e, quando convidado à barganha, disse que não havia jamais oferecido um preço, embora tenha feito exatamente isto no início.

Diz para mim, leitor, o que você acha disto?

Claudio

Continue lendo “Pesquisa de opinião”

Uncategorized

Falta diversidade entre sociólogos

Eu não vou defender uma política de quotas. Agora, bacana mesmo seria se alguém fizesse uma pesquisa similar no Brasil.

Sociólogos precisam ouvir mais o que eles mesmos dizem ou, melhor, praticar mais o que tanto pregam.

Claudio

Continue lendo “Falta diversidade entre sociólogos”

Uncategorized

A Economia Política da Violência

Assim funciona o satélite do MST: o MLST.

Jocélia de Oliveira Costa, de 31 anos, e a filha dela, Emanuele de Souza, cinco, moravam às margens da BR-369, no km 511, entre Cascavel e Corbélia, e foram mortas a tiros no início da noite de domingo dentro de casa. Um terceiro sem-terra, Ezequias Faleiro, 31, foi ferido na perna e encaminhado para um hospital de Cascavel. Jocélia, que faria aniversário nesta segunda-feira, era líder do acampamento.

O motivo do atentado, segundo o delegado Amadeu Trevisan Araújo, seria justamente uma disputa pela liderança do MLST. “Temos informações de que Paulo e Jocélia já teriam se desentendido anteriormente em função da liderança do grupo. O que sabemos por enquanto é que Paulo queria ocupar o cargo de Jocélia”, disse o delegado.

Que coisa, heim?

Claudio

Continue lendo “A Economia Política da Violência”