Botchan

“Desde que eu era criança, meu comportamento inconseqüente não me trouxe nada mais do que problemas”.

Esta é a primeira frase de um dos mais famosos livros japoneses: Botchan. O autor? Natsume Souseki.

Botchan é um livro que – inexplicavelmente – não foi traduzido para o português. Creio que o mais bacana no herói do livro (cujo apelido é Botchan) está no que diz o autor da introdução de uma das traduções inglesas:

Part of this attraction lies in the cavalier attitude with which Botchan breezes from one catastrophe to another. He is no respecter of person or convention, and this endears him as much to modern Japanese as it did to readers sixty-odd years ago, because even today a Japanes can feel himself hedged in by social niceties. [Alan Turney, 1971, no prefácio de Botchan, Kodansha, New York/Tokyo, p.7, 1a edição de 1972]

Cada um de nós tem um pouco disto, não? Dia 20 chega logo…

Claudio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s