Uncategorized

Passa a grana que eu passo a arma

Mais um daqueles programas de recolhimento de armas com remuneração.

Claudio

Continue lendo “Passa a grana que eu passo a arma”

Anúncios
Uncategorized

Por que os que gostam de Leijonhufvud deveriam gostar de Hayek?

Sempre achei que haveria uma ligação. Nicolai Foss é um exemplo disto. O que eu nunca entendi nesta crítica do tipo Leijonhufvud é por que, num capitalismo instável, onde o futuro incerto, eu tenho de supor que o governo corrige “falhas” de investimento que, por sinal, não têm como serem identificadas.

Hayek rules!

Claudio

Continue lendo “Por que os que gostam de Leijonhufvud deveriam gostar de Hayek?”

Uncategorized

Após 500 anos…

Lei de transparência em impostos tem apoio de 1,5 milhão

02h38 — N’O Globo, por Henrique Gomes Batista: “Caixas contendo 1,5 milhão de assinaturas apoiando um projeto de lei para discriminar o valor dos impostos em cada compra desembarcaram ontem no Congresso Nacional, onde já tramita uma proposta semelhante. O presidente do Senado, Renan Calheiros, que recebeu o material afirmou que o projeto de lei poderá ter uma tramitação rápida no Senado. — Esta iniciativa demonstra que o brasileiro quer mais clareza sobre seus impostos. Hoje há confusão, há quem pense que paga imposto apenas quem paga Imposto de Renda e esse é um problema grave em um país que tem uma carga tributária de 40% do PIB — disse Renan. — Se a pauta estiver desobstruída, podemos aprovar esse projeto em uma semana. Todos os líderes com quem conversei defendem que essa proposta tramite em caráter de urgência urgentíssima. A iniciativa do projeto foi tomada em 18 de fevereiro por diversas entidades, capitaneadas pela Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo. A coleta de assinaturas ocorreu em 22 cidades paulistas, Curitiba e Salvador. Elas foram levadas a Brasília em avião fretado, que partiu de São Paulo com manifestantes. Renan lembrou que é positivo o fato de a proposta começar a tramitar pelo Senado pois, segundo ele, há uma maior possibilidade de convergência em torno do projeto. (…) O presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Guilherme Afif Domingos, afirmou que o objetivo é conscientizar a população: — Hoje em dia o assalariado trabalha 148 dias no ano para pagar impostos.”

Boa notícia, não?

Claudio

Continue lendo “Após 500 anos…”