Off-topic

Notícia assaz curiosa. Os estudantes de Direito que se cuidem…

Claudio

Continuar lendo

Anúncios

Blogs

O falecido (na net) SSoB era um defensor da moderação dos comentários. Ele e mais um monte de gente. E eu também. Por isto este blog tem um sistema de comentários moderados. Já vi gente ser muito mais do que mal educada em comentários.

Eu falei em SSoB? Sim. SS não curtia muito Reinaldo Azevedo. Mas ambos e eu temos uma coisa em comum: isto.

Acho que o trecho abaixo resume o ponto essencial do argumento da moderação.

André Gide tem uma frase interessante — que não vai entre aspas porque reproduzo apenas o sentido: não permitirei que outros, em nome dos seus princípios (ou falta deles), me neguem o que eu jamais lhes negaria em nome dos meus. Entenderam? Se vai entrar na minha casa, não vai me xingar. Afinal, nem mesmo posso dar uma muqueta no nariz do cretino. Isso não impede que o petralhismo possa me ler. Mas vai ficar quietinho, como um cão tolerado pela gerência. Ou aprender a debater sobre duas patas. Sei que assim não ganho adeptos para as minhas supostas causas. Não sou pastor de ovelhas, de almas ou de metáforas.

É assim mesmo. Não é fácil quando você encontra gente caninamente treinada para fazer comentários viesados na rede. Ou politicamente “brainwashed”.

Claudio

Continuar lendo

Lembrete ao estudante: não despreze o conhecimento

“Não deprecieis
os mestres
e honrai a sua arte!
[Verachtet mir die Meister nicht,
und ehrt mir ihre Kunst!]

Os mestres cantores de Nuremberg, Ato IV, Cena IV (final)

Claudio
p.s. uma das mais belas óperas escritas. Claro, o genial Richard Wagner é o autor.

Continuar lendo

Sua mulher toma anticoncepcionais e não te traiu? Parabéns, você é macho mesmo :-)


Fonte: Esta.

Eis um fato interessante. Para os psicólogos, é uma reação inconsciente à pílula. Para os médicos, uma mudança biológica. E para os economistas? A dica é: teorema de Alchian-Allen.

Claudio
p.s.: Homens mais “sensíveis” devem procurar mulheres que não usem anticoncepcionais. 🙂

Continuar lendo

Velhinha de respeito

Esta, quem me envia é o licenciado Leo. O resumo da ópera, pelo próprio Leo, editada: “Uma senhora 69 anos, brava com os servicos publicos na cidade dela, se negou a pagar o IPTU (council tax). Ela disse: tenho dinheiro ,mas nao vou pagar enqunato a minha rua for uma porcaria. Foi presa. Um carinha ficou com pena e pagou por ela. Ela saiu da cadeia mas ficou p*** da vida com o cara. Disse que nao vai pagar novamente e se alguem quiser ajudar que mande dinheiro para a africa e nao para ela. Ela tah irada e disse que os politicos tem que aprender a cumprir as promessas”.

Já viu algum estudante ou dono de ONG se arriscar a fazer o mesmo no Brasil?

Claudio (digo, Leo)

Continuar lendo

De como o lucro motiva e salva

Agora, para algo completamente diferente: o setor privado e a tecnologia poupadora de papéis.

Em tempos como estes, em que falar bem do lucro gera comentários raivosos em círculos de músicos e governantes africanos (ou latino-americanos), nada melhor que uma boa dose de realidade.

Claudio

Continuar lendo

O papel (deplorável) do governo

Eis mais um exemplo de como o governo pode ser estúpido em suas intervenções.

E excelente comentário do autor do post: “O mais triste é ler que a sinuca é um dos passatempos preferidos por donos de bar por trazer rendimentos sem precisar de eletricidade, algo que traz custos e ainda por cima nem sempre funciona no país.”

É o governo de Uganda, mostrando porque é que nossa política externa deve, mesmo, ter um inconsciente freudiano: cúpula árabe-sul-americana, aproximação com países governados por afro-africanos (para ser politicamente boboca)…

Claudio

Continuar lendo

Para refletir, enquanto mata sua aula de economia

Economists use mathematics in an attempt to make precise what is necessarily vague. Keynes famously said, ‘It is better to be vaguely right than precisely wrong’. Most economists would disagree. They might agree that it is better to be precisely right than precisely wrong, but better to be precisely wrong than vaguely right, because only a precise hyp[o]thesis can give rise to a precise (testable) counter-hypothesis. Progress is assured if each successive hypothesis is only marginally less wrong than its predecessor.[fonte:esta]

Claudio

Continuar lendo

Blogosfera

* Duas do Mankiw: desigualdade e o motivo pelo qual Levitt não deve ter assistido aquela aula de macro

* Miron explica: subsídios ao etanol fazem sentido?

* Sandra Peart e a liberdade.

* David Friedman explica como as pessoas mentem com as estatísticas.

* Criatividade é sinônimo de inovação? Pense duas vezes antes de responder.

* Os amigos de Clinton não gostam de seguir a lei.

* Por que não queremos ficar mais velhos?

* Rasmusen em uma sequência hilária de piadas.

Tenha um bom dia.

Claudio

Continuar lendo

Atenda o consumidor e fique rico! (ei, você já sabia disto, não?)

Consumidores possuem preferências estranhas. Uns gostam de discursos de politicos, outros de sorvetes, outros, ainda, de baleias em extinção. Todos que descobrem como atender a estas preferências recebem seu quinhão de recompensa na sociedade.

Alguns, por exemplo, já perceberam que tem gente querendo computadores menos carregados de elementos químicos.

Terrível este tal “mercado”, não?

Claudio

Continuar lendo