Uncategorized

Por que a Espanha não reagiu – V

Espanha cobra compensação da Bolívia por desapropriação
de ações; Morales responde que “não há o que indenizar”

13h17 – Em resposta a exigências do governo espanhol, o presidente boliviano, Evo Morales, afirmou nesta terça-feira que não haverá nenhum tipo de indenização por conta do decreto assinado na segunda-feira que expropria as ações de empresas de petróleo e gás que estão sobre o controle de fundos de pensão do país. A medida obriga o banco espanhol BBVA e a seguradora suíça Zurich Financial, que administram dois fundos de pensão na Bolívia, a repassar para a estatal YPBF as ações que estão sob seu controle. “Se estamos falando de tomar uma parte dos ativos de uma instituição financeira sem existir nenhuma compensação, obviamente isso é inaceitável”, declarou nesta terça-feira o ministro da economia da Espanha, Pedros Solbes. “Não há o que indenizar”, respondeu Morales. Ele diz que o decreto apenas transfere para o controle do Estado recursos de trabalhadores que estavam sendo administrados por empresas privadas.

Não? Eis aí a reação. Direto da Primeira Leitura.

Claudio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s