Uncategorized

PCC

Veja só esta, lobby de bandidos:

O Primeiro Comando da Capital (PCC) quer eleger em outubro um deputado federal e outro estadual para defender seus interesses no Poder Legislativo. A facção vem investindo na campanha os R$ 700 mil arrecadados por mês com os “integrantes financeiramente estruturados”. O Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) tenta identificar os possíveis candidatos.

O PCC ampliou seus negócios e, atualmente, empresta dinheiro para quadrilhas e cobra com juros e correção monetária. Nas prisões, a facção conta com pelo menos 130 mil homens, além de um exército de 10 mil “soldados” nas ruas. Considerando que cada detento tem pelo menos três parentes, o número de familiares chega a 390 mil, o suficiente para eleger parlamentares.

Também chamado de Partido do Crime, o PCC já é visto por deputados federais como uma organização comunista, com várias células, uma tesouraria descentralizada e um comando central forte e com poder de decisão. Os parlamentares receberam da polícia informações sobre outra estratégia da facção: recrutar no exterior especialistas em explosivos e manuseio de fuzis para treinar seus soldados.

Para ter idéia da estrutura do grupo, o caixa da facção financiou, em abril de 2005, uma passeata de 8 mil mulheres e parentes de presos. Foram fretados centenas de ônibus em capital, Grande São Paulo, litoral e interior. Com carro de som, faixas e camisetas, os manifestantes se reuniram na frente da SAP para reivindicar melhorias nas prisões. Segundo o Poder Judiciário, até o Movimento dos Sem-Terra (MST) ajudou o PCC a organizar o protesto.

Foram ensinar política para bandidos na cadeia, como se cadeia fosse outro “palco de ação democrática”, deu no que deu. Onde está a prometida política de segurança pública eu não sei. Mas percebo que este tema está cada vez mais decisivo nas eleições de 2006.

Claudio

2 comentários em “PCC

  1. Se o PCC já é organizado é porque já conta com apoio do Estado, de empresas legais ligadas ao estado ou a figuras com poder no Estado. Crime organizado sem apoio do Estado não existe.

  2. Mas essa atitude de que bandidos sao “somente mais um membro da sociedade” eh a raiz do problema todo. Desde as racionalizacoes de que bandidos sao pobrezinhos que nao tem escolha ate as regras que restringem a atitude da policia.

    Eh natural que agora eles queiram seus politicos (oficialmente). A Palestina eh aqui meu amigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s