Uncategorized

Vamos estatizar as praias!

Eu tenho uma proposta para uma resposta diplomática do Brasil a toda esta choradeira de economistas (principalmente) e alguns diplomatas que, bem sabemos, são todos “viúvas de FHC” e a favor da “privataria” condicionada a que a “Petrobrás seja uma e empresa com ações em bolsa, principalmente nos EUA”.

Minha proposta não parte de nenhum estudo econométrico, ou de alguma análise filosófica sobre o mal-estar da contemporaneidade. Nada disto. Usei, como modelo, o modus operandi de nossos vizinhos bolivianos. Que proposta é esta? Vamos estatizar as praias brasileiras!!

Há muito tempo vejo as praias brasileiras serem exploradas por turistas de nações cuja língua pátria não é o Português caboclo, este cantado em verso e prosa pelos nossos nacionalistas socialistas. Não me levem a mal com o trocadilho…não falo de nacional-socialistas aqui, ideologia estranha a nosso temperamento pacífico e bolivariano. Temos argentinos, bolivianos, paraguaios, sem falar dos europeus, estes que nunca nos pagaram pelo que fizeram durante a era colonial.

Deveríamos estatizar as praias e cobrar um “imposto social” de seus frequentadores estrangeiros. Meu plano é bem simples: o exército ocuparia as praias, o presidente, de calção de banho e capacete além, claro, da faixa presidencial, anunciaria que, a partir da ocupação, as praias brasileiras seriam restituídas aos brasileiros.

Quantos pobres não podem ir à praia e escolherem seus lugares por causa da presença estrangeira? E o dinheiro que é “extorquido” dos vendedores de “limãozinho” e água de côco? O preço pago por estes produtos é um acinte! Deveríamos aumentar o preço cobrado destes exploradores neoliberais!

Quantos empregos não seriam criados, leitor, com minha proposta puramente nacional e expressiva de nossa “latinidade bolivariana”! As cercas em torno da praia, os vigias, a certificação dos vendedores, os impostos que seriam cobrados a partir da regulamentação das atividades comerciais na praia! Se bem que seria uma boa idéia estatizá-las também.

A Garota de Ipanema, finalmente, seria um genuíno símbolo nacional! Com biquini verde e amarelo, sei lá, poderia até virar garota-propaganda para aumentar o alistamento voluntário da juventude tupiniquim em nossas Forças Armadas, agora também com filial no Haiti.

Posso ver a alegria de volta ao rosto suado de cada trabalhador brasileiro. E, digo mais: nunca antes neste país alguém teria visto medida tão salutar e reestabelecedora de nosso orgulho nacional.

Um comentário em “Vamos estatizar as praias!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s