Uncategorized

Eu e meus preços

Ouvi dizer que Ortega y Gasset escreveu algo como “Eu sou eu e minhas circunstâncias”. Se ele fosse economista, teria dito “Eu sou eu e os meus preços”.
Uma das melhores formas de perceber isso é trocar de país. De uma hora para outra, os preços relativos e sua renda real viram de ponta cabeça. E você se ajusta a isso.
Em San Diego, me ajustei aos preços baratos dos eletrônicos, gastei como nunca e, como outras diversões eram caras, meu lazer era passear pelos xopingui centers. Brincar com os Macs na loja da Apple era um programaço.
Já em Londres, o negócio é ir no British Museum, na Tate Gallery e curtir uma galeria por vez. Eu mudei? Não, mudaram os preços. Todos os museus bons aqui são gratuitos. Com isso, acabei me interessando e apreciando temas que, em outras situações, não chamariam a minha atenção.
Quem sou eu, afinal? O Leo consumista de San Diego ou o apreciador de artede Londres? Sou muitos, basta trocar os preços.

Leo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s