Uncategorized

Iniciação Científica

Parabéns ao leitor do blog Otávio Damé. Ele tirou o II lugar no salão de iniciação científica da UFPel, com o trabalho “Indicadores Locacionais para o Brasil de 1872”. A propósito, eu sou seu mui ausente orientador da bolsa. (Na verdade, outros queridos leitores e orientandos também foram premiados nas duas edições passadas: Davi Zell, Martin Brauch e Rodrigo Ávila.)

Leo

Continue lendo “Iniciação Científica”

Uncategorized

Aforismos

Acabo de encontrar um amigo meu que leciona para um bando de alunos, todos bolsistas (ganham dinheiro para estudar). Como sei que muitos deles não ligam para o dinheiro e não assistem a aula dado que não há obrigatoriedade em se portar como estudante para receber a bolsa, basta ter passado no vestibular, resolvi sacanear:

– Tá indo aonde?

– Vou dar aula.

– Por que? Tem aluno que mata!

– Sou pago para isto.

– Eles também! (eu, me achando esperto)

– Mas não é porque eles não cumprem com suas obrigações que eu também tenho de fazer isto.

– Por outro lado, não é porque você cumpre com suas obrigações que eles também tenham de fazer o mesmo.

Saí rindo e, depois, pensando mais, pensei no aluno que mata aula mas tem alguma consciência do que é o bem-estar social. Ele provavelmente diria: “Não é porque eu não cumpro minhas obrigações que os outros têm de fazer o mesmo”.

É o ensino superior, no Brasil. Nem tudo está perdido, embora não tenhamos ganho nada ainda. 🙂

Claudio

Continue lendo “Aforismos”

Uncategorized

Não é só a ONU que tem problemas de corrupção…

o Banco Mundial também.

Por isto é que eu digo: não vejo motivos para acreditar que uma burocracia multilateral seja mais “honesta” do que uma burocracia unilateral.

A vida é esta: corrupção, erros, quiabo, pão velho…tudo isto vai sempre existir. Nem no paraíso marxista haverá perfeição. O que você pode fazer é criar incentivos para minimizar o dano. Que dano? O da presença do homem na Terra. Golfinhos e ratos já cuidaram disto. 42.

Claudio

Continue lendo “Não é só a ONU que tem problemas de corrupção…”

Uncategorized

Popper, o lúcido

“A tarefa mais importante de um cientista é certamente contribuir para o avanço de sua área de conhecimento. A segunda tarefa mais importante é escapar da visão estreita de uma especialização excessiva, interessando-se ativamente por outros campos em busca do aperfeiçoamento pelo saber que é a missão cultural da ciência. A terceira tarefa é estender aos demais a compreensão de seus conhecimentos, reduzindo ao mínimo o jargão científico.”

Karl Popper, em “Ciência: problemas, objetivos e responsabilidades” (1963)

Disse tudo.

Claudio

Continue lendo “Popper, o lúcido”

Uncategorized

Haiti

Saiu esta semana: nossos alunos são piores do que os do Haiti. Analfabetismo funcional é a regra.

O que fazer? Não sei. É ano eleitoral e os caras-pintadas não abriram a boca para falar de corrupção (também, depois da grana que a UNE levou, eu duvido que eles fossem “mobilizados” para combater a corrupção).

Bom, daqui a pouco, terei de lecionar para gente que não sabe ler, nem escrever (e ainda insistem que aqueles que defendem o papel do setor público mais forte no ensino básico é “neoliberal”). O que fazer? Desistir e entrar no pacto da mediocridade com os alunos. Tem gente que gosta de “baixar a bola”, mesmo no ensino superior…

Para os que ainda querem sobreviver, que acham que estudar é bom, que reconhecem que o remédio é lutar mais na biblioteca do que fazer lobby na diretoria, mas que estão sendo “puxados para baixo” pela turba ignara e amorfa, eis dois livros que entregam o que prometem: este e este.

Claro, estes livrinhos parecem não te ajudar muito para, digamos, fazer uma prova da ANPEC, mas não te deixarão na completa escuridão.

Claudio

Continue lendo “Haiti”