Academia

Como o mercado salvou os filósofos

Eu sempre usei o exemplo dos filósofos em sala de aula para falar de mercados de trabalho. Dizia eu: tem estes caras, que realmente estão presos ao mundo acadêmico. Nenhuma empresa os contrata.

Agora, por algum motivo, o mercado resolveu contratar estes caras. Certamente não é para lhes ensinar Kant ou Hegel. Ou, sei lá, Wittgenstein. Qual o lado ruim disto? Um filósofo acadêmico repetirá o que eu acabo de dizer. E o lado bom? A diversificação de opções de trabalho para os filósofos, que podem optar por ficarem na academia estudando profundamente algum tema ou trabalharem para alguma empresa fazendo algo mais superficial (no sentido acadêmico), mas que lhe traga satisfação e dinheiro para prosseguir sua vida com menos aperto.

De certa forma, isto me recorda Mises: “O capitalismo dá a muitos a oportunidade de mostrar iniciativa” (ao se referir à expansão dos produtos literários sob o capitalismo). E também, é bom lembrar, Mises tinha uma noção de que o mercado também opera com diferentes níveis de qualidade de um bem: “O capitalismo pode fazer com que as massas sejam tão prósperas a ponto de comprar livros e revistas. Mas não pode imbuí-las do discernimento de um Mecenas ou do Can Grande della Scalla. Não é culpa do capitalismo se o homem comum não aprecia livros notáveis”.

Interessante, aqui, é que Mises faz um claro julgamento de valor sobre o que é ou não alta qualidade. Penso nos empresários que contratam filósofos. Estarão eles contratando filósofos de má qualidade porque não compreendem a profundidade dos melhores profissionais da filosofia, ou vice-versa?

Na verdade, Mises não teria como responder esta pergunta dado seu julgamento de valor. Afinal, o que é um filósofo de “alta qualidade” e um de “baixa qualidade”?

Claudio
p.s. Ah, sim, os trechos estão no “A Mentalidade Anticapitalista” de Mises, editado pela José Olympio e pelo Instituto Liberal há alguns anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s