Samba, birita, sexo e Física Quântica…

e as mazelas do ensino no Brasil. São as aventuras de Richard Feynman, um dos físicos mais importantes do século XX, durante sua temporada por aqui. Excelente.
(Quando quiseram descobrir o que tinha acontecido com a Challenger, chamaram o velhinho. Ele matou a charada)

(via nominimo)

Leo

Anúncios

3 respostas em “Samba, birita, sexo e Física Quântica…

  1. impagavel… “Naquela noite, fui dar uma volta na cidade e vi uma pequena multidão
    parada ao redor de um grande buraco retangular na estrada – havia
    sido cavado para esgoto ou algo assim – e lá, parado bem no meio do
    buraco, estava um carro. Era maravilhoso: ele cabia direitinho, com seu
    teto no nível da estrada. Os trabalhadores não tinham se dado ao trabalho
    de sinalizar, e o cara tinha simplesmente caído no buraco. Percebi
    uma diferença: quando nós cavamos um buraco, haverá todo tipo de
    sinais e luzes para nos proteger. No Brasil, eles cavam um buraco e, quando
    acaba a jornada de trabalho, eles simplesmente vão embora.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s