Uncategorized

Alerta inútil

Leitor, duvido que você se beneficie desse alerta. De qualquer forma, lá vai: não use o querido IPEADATA para dados de finanças públicas municipais. Vá direto à STN. Os dados estão incompletos no IPEA.

De nada.

Leo, que perdeu uns dois dias de trabalho até perceber isso.

Continue lendo “Alerta inútil”

Academia

Como avançar com aquela discussão que seu amigo insiste em promover sobre o “pouco alcance” da economia positiva

Para quem ainda usa o argumento do “tudo isto é normativo, logo, nada é ciência, é tudo festa de interesses”, eis uma boa lição.

It is often argued that positive statements are nothing more than thinly veiled normative arguments. This may or may not be the case, but accepting the point for the sake of argument, the converse would seem to be equally relevant – normative statements are nothing more than thinly veiled positive arguments. The analyst who says that the Congress should repeal the minimum wage law is also saying that the minimum wage law is the cause of teenage unemployment or, alternatively, that there are less costly ways of achieving given ends. Hopefully, this is not a conjuring trick, where, like Alice, up is down and down is up. Good normative theorists base their reasoning on good positive theories. In such a way, at least, we can derive the positive economics of Buchanan, from both his normative and positive contributions to the literature.

Difícil vai ser o carinha continuar argumentando sem ruborizar após ler (e entender) este parágrafo…

Claudio

Continue lendo “Como avançar com aquela discussão que seu amigo insiste em promover sobre o “pouco alcance” da economia positiva”

Desenvolvimento econômico

Deixe Maomé alugar o lago. Ele tem grana!

Eis a mais nova controvérsia de Escolha Pública nos EUA: os seis portos norte-americanos que estão nas mãos de uma companhia dos Emirados Árabes Unidos, em um negócio aprovado pelo governo federal.

A notícia, na BBC.

Por que não deveriam os árabes portos nos EUA? Mercado é isto: pagou, levou. Principalmente se está dentro da lei.

Enquanto parte da blogosfera parece comprar aquela ridícula matéria da Folha de São Paulo que só faltou chamar Eduardo Giannetti de perigoso defensor da ditadura militar, aqui o leitor vê claramente a diferença entre libertários e conservadores. Os primeiros aplaudem a transação comercial. Já os conservadores, estes sim, possuem o discurso xenófobo, juntamente com a esquerda anaeróbica.

Qual deles é a “direita” que este povo tanto teme?

Claudio
p.s. já falei, o melhor é pensar em outra classificação política, como a proposta aqui.

Continue lendo “Deixe Maomé alugar o lago. Ele tem grana!”

Humor

Dois gênios

Um das melhores coisas de 2005 foi descobrir The Office (BBC) e Curb your Enthusiasm. Nunca assisti nada tão bem feito, inteligente e engraçado. Um mostra o vazio e a imobilidade da vida em um escritório na Inglaterra. Algo amargo, mas genial. O outro segue a tradição de Seinfeld de mostrar o ridículo das normas socias e a leva ao extremo.
Graças ao Azureus, pude assistir ao encontro dos dois criadores das séries: Rick Gervais e Larry David.

Leo.

Continue lendo “Dois gênios”