Desenvolvimento econômico

Gulag, Public Choice, etc

Reflexões interessantes sobre aspectos econômicos de Alexander Isaevich
Solzhenitsyn
, o autor do clássico “Arquipélago Gulag”.

Boa leitura para horas de descanso.

Claudio

Continue lendo “Gulag, Public Choice, etc”

Anúncios
microeconomia

Papai e mamãe ainda são os mesmos

A tecnologia tem alterado os custos de oportunidade de muita gente. O microondas, por exemplo, livrou homens de escolherem parceiras sexuais apenas por questões de alimentação e também liberou mulheres de se ocuparem apenas de atividades relacionadas à cozinha.

Ok, acho que ninguém discorda disto. Mas, se assim o é, porque se verifica uma divisão de papéis entre pais e mães constante ao longo do tempo? Este artigo, de alguns psicólogos, usando análise fatorial, apenas arranha a questão. A amostra é limitada (100 famílias e apenas de Porto Alegre), e os autores não avançam muito além da análise de “cluster”.

Por exemplo, pode ser que mulheres e homens mantenham a tradicional divisão do trabalho por motivos que não foram captados pelos questionários aplicados. Veja-se, por exemplo, este trecho:

A amostra pesquisada de 100 casais apresentou características sócio-bio-demográficas que indicam um grupo de sujeitos, na sua maioria, católicos, de nível sócio-econômico-cultural médio da população brasileira. Nesse sentido, o fenômeno aqui investigado está circunscrito em um contexto definido por casais em que 90% dos homens e 69% das mulheres trabalham fora, sendo que os homens têm melhores ingressos -econômicos, maior nível de escolaridade e passam menos horas com seus filhos que as mulheres. A maioria dos casais entrevistados está de acordo que sua relação conjugal é satisfatória e tem grande importância no desempenho de suas tarefas educativas enquanto pai e mãe. Provavelmente, essa informação explica em alguma medida o fato de 60% dos entrevistados sentirem-se cúmplices na relação de coparentalidade.

Se 90% dos homens e 69% das mulheres da amostra trabalham fora, já é de se esperar que menos homens participem mais ativamente da educação dos filhos. Além disso, um bom controle seria o dos salários de cada um dos membros do casal. Pode ser que parte dos 90% dos homens ganhe menos que suas parceiras.

Enfim, várias variáveis podem alterar as conclusões do estudo. A pergunta dos autores é interessante, mas fiquei com a sensação de que talvez falte um pouco mais de psicometria no trabalho com os dados.

Claudio

Continue lendo “Papai e mamãe ainda são os mesmos”

microeconomia

Mercados “everywhere”

Esta é boa: um site promove o flerte no trânsito.

50-67% of all motorists flirt in traffic.
Now you can meet them!!

Flirting in Traffic is kind of like internet dating in reverse! Rather than looking at photos and reading profiles, you already met the person out on the street somewhere! You see their bold maroon sticker, remember their “Flirting ID” and then come here to meet up! It’s that simple, and yes, it’s that cool!! Your “Flirting ID” sticker, put together with a profile and registered e-mail address are all you need to make flirting in traffic a lot more fun! Your “Flirting ID” sticker will arrive at the address you enter, within 5 days!

Eis aí um bom motivo para comprar um carro e também para se fazer um bom seguro. 🙂

Claudio

Continue lendo “Mercados “everywhere””

Humor

Clipping matinal

* Economia do Conflito, na vida real: Warlords na Palestina.

* Nem sempre o bandido tem um final feliz.

* Iranianos na berlinda.

* Periferia espertinha explora centro capitalista.

* Jayson Blair, Lourival Sant’Anna e o mundo dos jornalistas mentirosos.

* Economia do Conflito na prática: o papel do Estado no tráfico de armas (não é à toa que queriam te desarmar….é o sonho do monopolista 🙂 ).

Claudio

Continue lendo “Clipping matinal”