Economia Brasileira

Milícias estatal-privadas e criminosos

Esta o pessoal pró-desarmamento não nos contou na época da campanha. O interessante – e preocupante – é que policiais também são membros destas milícias, o que nos permite dizer que o sonho da interação público-privada acalentado por tantos é um pesadelo. ONGs, acordem: é melhor ajudarem a recuperar a polícia e pensar no mercado de segurança privada, ao invés de achar que a solução “emerge das comunidades”, claro, sob “suas idéias (das ONGs)”.

É hora de não ter medo de ser feliz e pensar em como funcionaria um verdadeiro mercado privado de segurança. Ele já existe, só que todo cheio de falhas geradas pelo governo (afinal, policiais são membros do governo…e possuem porte legal de armas de fogo). Regulamentá-lo não é apenas jogá-lo na ilegalidade ou achar que policiais benevolentes conhecem alguma função de bem-estar social. Menos normativismo, mais ciência. Por favor.

Claudio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s